Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo - Festival America do Sul
Saúde

Campanha de combate à sífilis tem dia D em 29 de outubro

A campanha tem como objetivo garantir acesso da população ao diagnóstico e ao tratamento na rede básica de saúde

18 outubro 2019 - 12h51Priscilla Porangaba, com informações do Dourados News

A Campanha Nacional de Combate a Sífilis, que tem por finalidade cumprir as metas estabelecidas no Plano de Ações e Metas (PAM ) 2019, atendendo às diretrizes voltadas à Política de Saúde, em torno das Infecções Sexualmente Transmissíveis, terá o seu dia na terça-feira, 29 de outubro.

A campanha tem como objetivo garantir acesso da população ao diagnóstico e ao tratamento na rede básica de saúde, bem como ampliar as ações educativas, buscando conscientizar e mobilizar a sociedade sobre a vulnerabilidade em que se colocam com a prática do sexo sem proteção. Essa prática tem sido uma das principais responsáveis pelo aumento do número de casos das  Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) em Dourados, em especial a sífilis. 

A sífilis é uma infecção causada por bactéria (treponema pallidum), transmitida por relação sexual com pessoa infectada, que é chamada de sífilis adquirida, ou ainda transmitida para crianças durante a gestação ou parto, chamada de sífilis congênita.

Quanto às manifestações clínicas, ela pode ser classificada como primária, secundária e terciária. Na sífilis primária, seu sinal é uma lesão indolor, geralmente localizada nos órgãos genitais, sem prurido e indolor, por isso pode passar sem ser percebida. Sem tratamento pode haver uma evolução para sífilis secundária, apresentando sintomas como erupções na pele. E, ainda, entre 15 a 25% dos casos, podem evoluir para sífilis terciária, com comprometimento neurológico e cardiológico. 

Quando a sífilis ocorre na gestação, é muito importante que a gestante receba a medicação e que seu parceiro faça o tratamento concomitantemente, pois na ausência de tratamento, ou, ainda, com tratamento inadequado, a sífilis no período da gestação pode provocar sérias complicações para a criança, ocasionando à sífilis congênita.

A doença passou a ser notificada pelos órgãos de Saúde em 2010, podendo ser registrada como sífilis adquirida, sífilis em gestante ou sífilis congênita. Desde então, nota-se um crescimento progressivo dos casos a cada ano. 

Em 2019 já foram notificados no município de Dourados 367 novos casos de sífilis, sendo que destes, 43% se tratam de pacientes gestantes. Quanto à sífilis congênita, 56 novos casos já foram registrados até o fim do mês de setembro.

De acordo com a coordenadora do Programa Municipal de IST/AIDS e Hepatites Virais, Aurenita Barbosa, a programação da campanha pretende intensificar as ações de Educação em Saúde e a oferta de testagem rápida para o diagnóstico da sífilis, além da distribuição de preservativos, masculinos e femininos. 

“O uso do preservativo ainda é a alternativa mais eficaz e segura da prevenção das IST. Por isso, a estratégia de distribuição de camisinha em pontos de grande concentração de pessoas nesta época do ano é fundamental para sensibilizar a população sexualmente ativa para a prática de sexo seguro”, observa a coordenadora.

O diagnóstico precoce também é considerado uma forma eficaz de controle, pois através dele é possível realizar o tratamento correto completo, que interrompe a cadeia de transmissão.

A campanha nacional de combate à sífilis ocorrerá durante todo o mês de outubro no Serviço de Atendimento Especializado/Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), onde comumente já são ofertadas as testagens e orientações quanto a IST, durante todo o ano. 

Entretanto, a ação contara com um dia “D” que ocorrerá no dia 29 de outubro. O Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites Virais estará presente no posto da Polícia Rodoviária Federal de Dourados, na Rodovia 163, com orientações e distribuição de panfletos e preservativos, com intuito de promover ação educativa e divulgação da testagem e serviços oferecidos pelo programa no período das 8h às 11h.

Além disto, este serviço de atendimento funcionará das 7h às 17h, estará aberto para realização de testagem rápida de HIV e sífilis, assim como os profissionais estarão disponíveis para fornecer orientações quanto as IST.

Importante ressaltar que os eventos programados não alterarão o funcionamento normal do serviço ambulatorial do SAE/CTA.

O Programa Municipal de IST /Aids e Hepatites Virais de Dourados atende na Rua dos Missionários, 420, Centro. O telefone é o 3423-8622.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Saúde lança campanha para prevenir a obesidade infantil
Saúde
Dez pediatras atendem na capital nesta manhã de feriado
Saúde
Alongamento de cílios e micropigmentação podem causar queimaduras em exames
Saúde
Duas UPAs terão atendimento infantil nesta manhã
Saúde
Sexta ocorre a primeira marcha da maconha medicinal na capital
Saúde
MS firma cooperação com OMS para redução da mortalidade materna e infantil
Saúde
Apenas onze médicos atendem nesta manhã em Campo Grande
Saúde
Projeto nacional para acabar com tuberculose em presídios é realizado no MS
Saúde
Terça-feira terá nove pediatras e 49 clínicos atendendo na capital
Saúde
Pesquisa aponta que 67% dos brasileiros acreditam em fake news sobre vacinação

Mais Lidas

Polícia
Família procura por jovem que desapareceu no Nova Lima
Polícia
Homem é morto por pistoleiros dentro da casa da ex-mulher
Polícia
Morador encontra corpo em caixa d'águá que estava vazando
Cidade
Cidade do Natal terá roda-gigante e carrossel gratuitos