Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Convênio garante R$ 2,8 mi mensais ao Hospital do Trauma

A assinatura aconteceu na manhã desta quinta-feira, em Campo Grande

12 julho 2019 - 18h17Joilson Francelino

Convênio assinado na manhã desta sexta-feira (12) entre estado, município e Santa Casa de Campo Grande no valor de R$ 2,8 milhões/mês vai possibilitar a ampliação no atendimento à população usuária do SUS na alta e média complexidade em ortopedia, com a oferta de um número maior de leitos, cirurgias, consultas e exames.

Do valor assinado, R$ 1.750.000,00 serão repassados mensalmente pelo estado e R$ 1,1 milhão serão transferidos pelo Ministério da Saúde. O recurso será usado na Unidade do Trauma.

Além dos procedimentos e diagnósticos, o repasse possibilita a abertura de 34 leitos de enfermaria e a realização de pelo menos 160 cirurgias ortopédicas mensais de média complexidade e 20 de alta complexidade.  O termo ainda prevê a ampliação na oferta de exames de tomografia, ultrassonografia e endoscopia, além  oncologia e cardiologia. O repasse também irá viabilizar as ofertas de cirurgias eletivas em outras especialidades.

A solenidade que aconteceu na Unidade do Trauma, contou com a presença do presidente da Santa Casa, Esachel Nascimento, do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, do secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho e da  promotora de Justiça Filomena Fluminhan.

Hospital do Trauma

A Unidade de Trauma é um hospital específico para atendimento de politraumatizados, construído em anexo à Santa Casa de Campo Grande para atender pacientes de média e alta complexidade, especialmente em ortopedia, ajudando a desafogar o sistema de saúde na Capital. Obra emblemática, que por mais de 20 anos permaneceu paralisada, foi entregue em 2018, pelo governador Reinaldo Azambuja.

Consolidar a ampliação de leitos para politraumatizados foi um dos principais objetivos da conclusão da obra da Unidade de Trauma.  Na Santa Casa, hospital referência no Estado, cerca de 60% dos pacientes são vítimas de politraumatismo, sendo a maioria de motociclistas, segundo Ezacheu Nascimento.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Saúde na Hora é lançada em Campo Grande
Saúde
Número de pacientes com hepatite cai 7% em 10 anos no Brasil
Saúde
Confira a escala médica de clínico e pediatra deste sábado
Saúde
Mandetta libera R$ 166 milhões para melhorar a saúde em MS
Saúde
Oito pediatras atendem pela manhã e cinco de tarde na capital
Saúde
Instagram não mostrará mais número de curtidas e divide opiniões
Saúde
Duas UPAs atendem com dez pediatras nesta manhã
Saúde
Agentes realizam operação para combater a doença de chagas
Saúde
Onze pediatras atendem nesta manhã de quarta-feira
Saúde
Ministério suspende contrato de 19 remédios de distribuição gratuita

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio