Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Saúde

Justiça autoriza cervejaria comercializar álcool 70%

A empresa já havia tido um liminar favorável a fabricação do produto para serem doados

31 março 2020 - 15h15Flávio Veras

A Cervejaria Bamboa recebeu autorização da Justiça, nesta terça-feira (31), para fabricar e comercializar o álcool 70% em Mato Grosso do Sul. Segundo a Federação Industrial de MS (Fiems), o produto vem sendo produzido em parceria com Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul).   

Ainda conforme o órgão, já foram produzidos 270 mil litros do produto e doados pela indústria. O material de higiene já se encontra em falta em farmácias e supermercados. A produção emergencial, que foi possível graças à liminar concedida no último sábado (28) pelo juiz federal Diogo Ricardo Goes de Oliveira, da 6ª Vara Federal de Mato Grosso do Sul, e a previsão é de que a partir desta terça já esteja à disposição dos estabelecimentos comerciais em Mato Grosso do Sul. 

Só nesta segunda-feira (30/03), a Bamboa produziu 40 mil litros de álcool 70°GL, envasados em 80 mil embalagens de 500 ml. Na avaliação do presidente da Fiems, Sérgio Longen, a decisão da Justiça permite que as indústrias do Estado consigam cumprir os protocolos do Ministério da Saúde e mantenham as suas atividades. “Estávamos com um problema sério aqui em Mato Grosso do Sul por causa da falta, tanto do álcool em gel, quanto do álcool 70°GL, indicados para a higienização para a prevenção do Convid-19, nas farmácias e supermercados. Simplesmente não tinha para comprar e aí como a gente podia cumprir esses protocolos?”, questionou.

Ele ressaltou ainda que a autorização de produção de álcool pela cervejaria reforça a capacidade de se reinventar das empresas. “São as indústrias se adaptando para atender uma demanda importante da sociedade. E vale destacar que a empresa está adquirindo o etanol das indústrias sucroenergéticas do estado também, o que reforça a organização das nossas indústrias”, completou.

Para o diretor-comercial da cervejaria Bamboa, Júnior Avesani, diante do momento delicado que o Brasil enfrenta, a decisão da Justiça beneficia toda a sociedade. “O álcool 70°GL é fundamental para a assepsia porque ele é o único que ajuda a combater o vírus e, quando não está em falta, é comercializado a valores absurdos. Então nós já estamos envasando os produtos e eles custarão para o consumidor final aproximadamente R$ 3,90”, salientou. 

Para a produção do álcool, a Bamboa não precisou para a produção de cervejas e refrigerantes. “Estamos trabalhando em turnos e temos capacidade para produzir cerca de 70 mil litros de álcool 70°GL por dia, envasando cerca de 150 mil garrafas de 500 ml, mas ainda não estamos utilizando a capacidade máxima. Isso vai depender da demanda e da quantidade de matéria-prima que teremos”, finalizou Junior Avesani.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Idosa de 78 anos é a 18ª vítima fatal de coronavírus no MS
Saúde
Capital: Em menos de 4h, barreiras sanitárias abordam 1,5 mil veículos
Saúde
Empresa arrisca e faz vacina contra coronavírus em larga escala
Saúde
MS totaliza 1.100 casos; "temos que atuar convivendo com a doença", diz Riedel
Saúde
Saiba onde 16 pediatras e 44 clínicos atenderão pela manhã
Saúde
Brasil tem 23.473 mortes pelo novo coronavírus, diz ministério
Saúde
URGENTE - MS passa de mil casos de coronavírus
Saúde
Semana começa com 17 pediatras atendendo nesta manhã na capital
Saúde
Secretário de vigilância pede demissão do Ministério da Saúde
Saúde
Ministro do STF, Toffoli, tem sinais de infecção do coronavírus

Mais Lidas

Política
Prefeitos querem adiar eleições municipais para 2022
Geral
Ipê é oficialmente árvore símbolo do Estado
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Política
"Fui gado, comi capim", diz deputado ex-bolsonarista