Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021
(67) 99647-9098
FIEMS - julho21
Tecnologia

Novo traje espacial da Nasa se parece com o de Buzz Lightyear

07 janeiro 2013 - 11h04Enasa/PacificCoastNews/Honopix

Branco e verde-limão, o novo traje espacial da Nasa parece ter sido inspirado nas vestes de um famoso astronauta: Buzz Lightyear, da animação "Toy Story".

Apesar da semelhança, a agência espacial americana não confirma de onde veio a ideia para a concepção do protótipo do traje.

O estilo da roupa, porém, é apenas um de seus aspectos que chama a atenção. As novidades do conjunto, na verdade, representam o maior salto na tecnologia de trajes espaciais desde 1998.

Flexível, o protótipo batizado de Z-1 foi desenhado para que os astronautas façam manobras de maneira mais confortável e tenham maior habilidade ao caminhar.

O traje usado atualmente pela Nasa para caminhadas no espaço, conhecido como EMU (unidade extraveicular de mobilidade, em inglês), foi desenhado para a construção da Estação Espacial Internacional. Uma versão anterior da roupa, porém, foi usada nas missões Apollo.

O objetivo agora era produzir uma roupa mais versátil que pudesse enfrentar qualquer missão. E, para onde quer que os astronautas possam ser enviados no futuro - como Marte -, a agência queria ter a certeza de que eles estarão protegidos contra a radiação, por exemplo.

Não há uma data para a estreia do Z-1, mas ele poderá ser usado a partir de 2015.

Como vestir
Uma das mudanças inclui a maneira de vestir o traje --é preciso abrir a parte de trás do capacete e entrar por ali.

Até então, os trajes da Nasa eram divididos em duas peças, enquanto os russos já usam a entrada pelo capacete desde 1977.

Isso resolve alguns dos problemas enfrentados pelos astronautas. Um deles é o uso de câmaras de ar comprimido para despressurização, um processo exaustivo. No entanto, com a nova "porta" de entrada e saída, a roupa pode ser fixada na parte de fora da espaçonave e o astronauta pode simplesmente entrar no traje ou sair dele.

Para testar a performance do traje, a Nasa levou astronautas para o deserto, onde eles executaram ações similares às que podem ser feitas no espaço, como coletar pedras no solo.

Um problema, porém, foi detectado: seu peso. O novo protótipo pesa cerca de 72 kg, contra 45 kg do modelo atual. Mesmo em Marte, onde a gravidade é um terço da da Terra, esses quilinhos a mais podem fazer diferença.

Via Folha

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
WhatsApp não vai impor restrições a quem não aceitar regras de dados
Tecnologia
5G começa a funcionar a partir de julho de 2022, diz Ministro das Comunicações
Tecnologia
WhatsApp começa a liberar opção para acelerar mensagens de áudio
Geral
Kwai: O jeito fácil e irritante de ganhar dinheiro na internet
Tecnologia
Cientista propõe rejuvenescer células humanas
Tecnologia
IFMS produz e distribui equipamento econômico de apoio para intubação
Tecnologia
Governo de MS lança programa de Iniciação Científica com 300 bolsas

Mais Lidas

Geral
Veja as mudanças no transporte coletivo nas semanas de restrições
Cidade
Restrições começam hoje
Polícia
Vídeo: Pistoleiro invade rodoviária e mata vítima com tiros na cabeça em MS
Polícia
Na Vila Marcos Roberto, homem é encontrado morto