Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Aguas setembro-19
Tecnologia

Perfis hackeados no Twitter estão à venda por até US$ 0,20 cada, diz relatório

14 maio 2010 - 10h38

Contas roubadas do Twitter estão sendo vendidas em fóruns russos por cibercriminosos. Fraudadores e spammers pagam entre US$ 100 e US$ 200 por mil perfis na rede social. Isso significa que, em média, um perfil custa de US$ 0,10 a US$ 0,20. O preço varia conforme o número de seguidores que a conta tiver, diz o relatório da Kaspersky Labs, empresa russa de antivírus.

Em muitos casos, os “compradores” de perfis ganham muito dinheiro, enviando mensagens de falsos antivírus através dessas contas. “A técnica do roubo de perfis e da postagem de links maliciosos pelo Twitter está cada vez mais popular”, disse o diretor global do grupo de análise e pesquisas globais da Kaspersky Lab, Costin Raiu. “Os cibercriminosos estão percebendo que os sites de redes sociais podem ser muito eficientes para suas necessidades”. As informações são do site Technology Review, ligado ao MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Uma mensagem maliciosa postada em um perfil confiável pode trazer graves consequências, especialmente se a mensagem for replicada (retweet) por outro usuário, achando que é verdadeira. Em média, entre 10 e 20 por cento das pessoas clicam em um link enviado por uma fonte segura.

Ainda não é possível mensurar quantas contas da rede social foram roubadas. No entanto, baseado no modelo de negócio que só vende “lotes” de 1.000 perfis, é possível concluir que dezenas de milhares de contas podem ser vendidas pela internet, disse Raiu da Kaspersky Labs. O Twitter tem mais de 75 milhões de membros em todo o mundo. De 10 a 15 milhões postam mensagens regularmente.

Como funciona
Os ataques de roubo de login do Twitter são, basicamente, feitos de duas formas. Por meio da instalação de programas que roubam senhas (trojans), que o usuário pode, despercebidamente, instalar ao acessar sites com conteúdo malicioso e e-mails em massa (spam), que levam os usuários a digitar seus dados em uma página falsa da rede social.

O Twitter recomenda que usuários que notarem mensagens estranhas devem trocar imediatamente a senha (caso o hacker não tenha trocado) e removam o acesso a aplicativos de terceiros à conta.

A descoberta do Kaspersky Lab vem um mês após a divulgação de que um site vendia contas do Facebook roubadas. O preço das contas também varia de acordo com o número de amigos do usuário: US$ 25 para mil contas de usuários com até 10 amigos e US$ 45 para mil contas de internautas com mais de 10 amigos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
Mark Zuckerberg prevê maior proteção a usuários do Facebook
Tecnologia
Quantidade de curtidas não está mais visível no Instagram
Tecnologia
Governo lança consulta pública para estratégia das redes móveis 5G
Tecnologia
Plataformas do Facebook apresentam problemas nesta quarta-feira

Mais Lidas

Cidade
Vítima é socorrida em estado grave após tentativa de homicídio
Geral
Vídeo - Cliente se revolta com valor pago no “espetinho da Valley” e tenta agredir vendedor
Geral
Fogo em fazenda em Bodoquena quase atinge área urbana
Polícia
Família busca por adolescente que está desaparecida