Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Turismo

Rodolfo Nogueira assume gerência da Embratur em Brasília

O empresário de Dourados, foi indicado para a gerência internacional de projetos, pelo presidente Jair Bolsonaro

05 março 2020 - 09h50Da redação

O empresário Rodolfo Nogueira, suplente da senadora pelo PSL e ex-presidente da sigla em Mato Grosso do Sul, assumiu a cobiçada gerência internacional de projetos especiais da Embratur.

Rodolfo esta no cargo desde último dia 10 de fevereiro. A indicação foi de responsabilidade direta do presidente Jair Bolsonaro, e a empresa tem agora um dos postos, ocupados por um nome de Mato Grosso do Sul.

O fato deve facilitar a execução de projetos do estado e de municípios com vocação turística de MS.

A nomeação de Rodolfo tem também um componente político, ele é desafeto da senadora Soraya Tronicke e do deputado "Tio" Trutis , e bateu boca com ambos  durante a campanha de 2018.

Nogueira disse ao JD1 Notícias, que a prioridade número um, é aumentar o turismo no país. Para isso, a empresa trabalha em um amplo programa, que aumente a segurança de turistas estrangeiros e brasileiros, em viagens pelo Brasil.

O programa é desenvolvido, junto com técnicos do ministério de Justiça, e além de medidas operacionais, pede também alterações na legislação, facilitando os objetivos do grupo que toca o projeto.

Rodolfo disse que procuraria inserir MS, nos projetos de alcance nacional, que terão a chancela da Embratur.

Em Brasília, o senador Nelsinho Trad (PSD/MS), citou nesta quinta-feira (5), a nomeação de Rodolfo na capital federal. “Quero registrar a nomeação de mais um integrante sul-mato-grossense no atual governo. Rodolfo Nogueira, ex-presidente do PSL e fiel aliado do presidente Jair Bolsonaro assume a gerência da Embratur”, elogiou Nelsinho, no Senado Federal.

A Embratur é atualmente uma Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, subordinada ao Ministério do Turismo, mas conta com orçamento próprio proveniente da CIDE.

A empresa, ampliou sua capacidade após abocanhar parte dos recursos do Sebrae, que antes continha 85,75% da alíquota da CIDE e após a Medida Provisória (MP) 907, perdeu 15,75% da alíquota, que equivale a R$ 598 milhões, que serão utilizados pela Embratur em 2020.

Assembleia julho-20

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Bonito decreta retomada das atividades turísticas em junho
Turismo
Vídeo - Pescadores flagram onça pintada nadando e se emocionam
Polícia
Homem corta fucinho de cachorro após o animal comer peixe assado

Mais Lidas

Geral
Banda V12 realiza live nesta quinta, com músicas escolhidas pelo público
Educação
Escola do Sesi de Maracaju promove sarau de poesia virtual
Polícia
Homem espanca, asfixia e mata bebê ao descobrir que não é o pai biológico
Entrevista
AO VIVO - Tudo sobre fake news, agora no JD1