Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Turismo

Turismo de Pesca de MS ganha visibilidade na ExpoPesca 2011

05 abril 2011 - 07h43Arquivo

Fomentar o turismo de pesca, dar visibilidade ao setor, promover e divulgar Mato Grosso do Sul como destino de pesca e ecoturismo. Esses são alguns dos objetivos do governo do Estado, que participa, por meio da Fundação de Turismo (Fundtur-MS), da 5ª edição da ExpoPesca, entre os dias 06 e 10 de abril, no Flamboyant Shopping Center, em Goiânia (GO).

Essa prática turística se destaca como opção de desenvolvimento para determinadas regiões, especialmente pela capacidade de promover novas oportunidades de trabalho para a comunidade local. Segundo a diretora-presidente da Fundtur–MS, Nilde Brun, "o turismo de pesca é capaz de gerar desenvolvimento local, proporcionando a criação de renda e empregos, mas deve conciliar o turismo com a conservação do meio ambiente, sem provocar impacto ambiental”, alerta.

Em Mato Grosso do Sul a pesca é uma atividade econômica de grande destaque, praticada principalmente na região do Pantanal (Corumbá, Ladário e Porto Murtinho); na costa leste, no rio Paraná e seus afluentes; nas proximidades de Coxim, Aquidauana, Anastácio e Miranda, que são entradas para o Pantanal; e no rio Paraguai, que é a espinha dorsal do Pantanal, e que tem como seus principais afluentes os rios Apa e Taquari.

Devido às belas paisagens naturais em Mato Grosso do Sul o turismo de pesca pode ser conciliado ao ecoturismo. O Pantanal possui um exuberante ecossistema que atrai turistas de todo o mundo. Sua riqueza está relacionada com a diversidade de sua fauna e flora, pelo majestoso rio Paraguai e seus inúmeros afluentes, onde habita uma grande variedade de espécies de peixes. Dentre as várias modalidades de turismo, a pesca é uma das mais tradicionais na região pantaneira.

A cidade de Bonito, próxima da região, é outro atrativo para o turista. Eleito nove vezes consecutivas como o melhor destino de ecoturismo do Brasil, Bonito oferece uma variedade de atividades que encantam o turista e valorizam a cultura local e a preservação do meio ambiente (nos rios locais a pesca é proibida). A cultura fronteiriça também é um diferencial na pesca no Estado, que apresenta opções culturais e gastronômicas variadas devido à forte influência dos países vizinhos (Bolívia e Paraguai).

Entre os objetivos da atividade turística está promover o desenvolvimento sustentável do segmento, beneficiar as comunidades envolvidas, incentivar a conservação do meio ambiente e atender às expectativas do turista de pesca.

Sobre a Feira

Onde: Flamboyant Shopping Center, em Goiânia/GO

Quando: 06 A 10 de Abril

A ExpoPesca - a verdadeira feira de pesca, náutica, turismo e lazer do Brasil Central - é um evento que tem o objetivo de reunir as melhores empresas do setor, as novidades do mercado, bem como os amantes da pesca esportiva e esportes náuticos. A feira é um canal de grande relevância para a prospecção de novos negócios, proporcionando a integração entre as empresas e os profissionais da indústria e do varejo.

Estão confirmadas participações de pescadores famosos, como Nelson Nakamura, que farão demonstrações de técnicas de arremesso para a pesca esportiva e fly, orientando sobre equipamentos adequados para uma boa pescaria. Além disso, o público poderá se informar sobre os melhores destinos turísticos para a pesca esportiva e a prática de esportes náuticos no Brasil e países vizinhos, como a Argentina e o Paraguai.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Conheça os melhores lugares para se aventurar em trilhas no MS
Turismo
Praias doces na costa leste de MS são opção de férias
Turismo
Turismo de MS fecha ano com saldo positivo
Turismo
Turismo de MS fecha ano com saldo positivo

Mais Lidas

Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Polícia
Imagem Forte - Homem é executado com mais de 20 disparos em Ponta Porã
Política
Vídeo - Deputado apanha de vereador e sai machucado
Polícia
Trabalhadores encontram corpo no rio Anhanduí