Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Turismo

Turismo de Pesca de MS ganha visibilidade na ExpoPesca 2011

05 abril 2011 - 07h43Arquivo

Fomentar o turismo de pesca, dar visibilidade ao setor, promover e divulgar Mato Grosso do Sul como destino de pesca e ecoturismo. Esses são alguns dos objetivos do governo do Estado, que participa, por meio da Fundação de Turismo (Fundtur-MS), da 5ª edição da ExpoPesca, entre os dias 06 e 10 de abril, no Flamboyant Shopping Center, em Goiânia (GO).

Essa prática turística se destaca como opção de desenvolvimento para determinadas regiões, especialmente pela capacidade de promover novas oportunidades de trabalho para a comunidade local. Segundo a diretora-presidente da Fundtur–MS, Nilde Brun, "o turismo de pesca é capaz de gerar desenvolvimento local, proporcionando a criação de renda e empregos, mas deve conciliar o turismo com a conservação do meio ambiente, sem provocar impacto ambiental”, alerta.

Em Mato Grosso do Sul a pesca é uma atividade econômica de grande destaque, praticada principalmente na região do Pantanal (Corumbá, Ladário e Porto Murtinho); na costa leste, no rio Paraná e seus afluentes; nas proximidades de Coxim, Aquidauana, Anastácio e Miranda, que são entradas para o Pantanal; e no rio Paraguai, que é a espinha dorsal do Pantanal, e que tem como seus principais afluentes os rios Apa e Taquari.

Devido às belas paisagens naturais em Mato Grosso do Sul o turismo de pesca pode ser conciliado ao ecoturismo. O Pantanal possui um exuberante ecossistema que atrai turistas de todo o mundo. Sua riqueza está relacionada com a diversidade de sua fauna e flora, pelo majestoso rio Paraguai e seus inúmeros afluentes, onde habita uma grande variedade de espécies de peixes. Dentre as várias modalidades de turismo, a pesca é uma das mais tradicionais na região pantaneira.

A cidade de Bonito, próxima da região, é outro atrativo para o turista. Eleito nove vezes consecutivas como o melhor destino de ecoturismo do Brasil, Bonito oferece uma variedade de atividades que encantam o turista e valorizam a cultura local e a preservação do meio ambiente (nos rios locais a pesca é proibida). A cultura fronteiriça também é um diferencial na pesca no Estado, que apresenta opções culturais e gastronômicas variadas devido à forte influência dos países vizinhos (Bolívia e Paraguai).

Entre os objetivos da atividade turística está promover o desenvolvimento sustentável do segmento, beneficiar as comunidades envolvidas, incentivar a conservação do meio ambiente e atender às expectativas do turista de pesca.

Sobre a Feira

Onde: Flamboyant Shopping Center, em Goiânia/GO

Quando: 06 A 10 de Abril

A ExpoPesca - a verdadeira feira de pesca, náutica, turismo e lazer do Brasil Central - é um evento que tem o objetivo de reunir as melhores empresas do setor, as novidades do mercado, bem como os amantes da pesca esportiva e esportes náuticos. A feira é um canal de grande relevância para a prospecção de novos negócios, proporcionando a integração entre as empresas e os profissionais da indústria e do varejo.

Estão confirmadas participações de pescadores famosos, como Nelson Nakamura, que farão demonstrações de técnicas de arremesso para a pesca esportiva e fly, orientando sobre equipamentos adequados para uma boa pescaria. Além disso, o público poderá se informar sobre os melhores destinos turísticos para a pesca esportiva e a prática de esportes náuticos no Brasil e países vizinhos, como a Argentina e o Paraguai.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Ministro pede abertura de capital estrangeiro para companhias aéreas
Turismo
Ministro quer reduzir preço de passagens aéreas

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja