Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Vídeos

Vídeo: ACP crítica volta as aulas

Lucílio Nobre explicou que o pedido do sindicato é para completar o ciclo imunológico dos profissionais da educação

23 julho 2021 - 16h27Matheus Rondon

O retorno das aulas presenciais da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande está marcado para a próxima segunda-feira (26), porém, o Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP/MS), pediu a Prefeitura o adiamento às aulas em pelo menos uma semana.

Durante entrevista ao JD1 Notícias, Lucílio Nobre, presidente do sindicato, explicou que o pedido é para que esse retorno seja postergado uma semana ou duas semanas, para completar o ciclo imunológico e atender as recomendações da Ordem Mundial da Saúde, do ministério da saúde e também da secretaria de saúde. “Então nós temos pedido, reivindicando a prefeitura, a Secretaria Municipal, que esse retorno seja com maior segurança possível, até porque os profissionais da educação imunizados também podem contribuir com a segurança dos próprios alunos. Então isso é muito importante, esse ciclo imunológico” explicou.

Para Nobre, o retorno presencial das aulas é menos prejudicial para a educação. “O aluno tem condições, por exemplo, de ter as explicações, assistir as aulas diretamente com professor, até mesmo os pais em algumas situações que o aluno não pode ir à escola, então a gente entende que ainda que seja escalonado né, mas ele vai contribuir de maneira mais significativa com aprendizagem do aluno.”, disse.

Além do adiamento das aulas, o sindicato disse que é necessário colocar em prática tudo o que a ciência já provou para diminuir a proliferação do vírus. “Nós queremos que as escolas estejam adequadas, não é só apenas a questão da imunidade por meio da vacinação. Então o protocolo de segurança é o uso dos equipamentos de proteção individual, o distanciamento, é a mobília adequada, a quantidade de funcionários, tudo isso vai contribuir e muito para que o retorno seja seguro” concluiu.

Em nota a Secretária Municipal de Educação (Semed) reforça que a Reme está preparada para o retorno presencial escalonado dos alunos no dia 26 de julho. “Todas as unidades escolares terão quantidade suficiente de professores e demais profissionais da educação para atender as crianças de forma presencial. Além disso, todas as exigências de biossegurança serão atendidas nas unidades escolares, para o retorno presencial dos alunos e profissionais da educação” diz a nota da Semed.

Confira a reportagem:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vídeos
Vídeo: Homem se joga do sétimo andar de prédio e explode em rede elétrica
Vídeos
Vídeo: Restaurante pega fogo no Carandá Bosque
Vídeos
Vídeo: Filho de Arlindo Cruz fala sobre vicio do cantor em cocaína
Vídeos
Vídeo: Repórter 'chavequeira' passa cantada em entrevistado ao vivo
Vídeos
Vídeo: Noivo cai de cabeça no chão e fratura coluna após ser lançado ao ar
Vídeos
Vídeo: Vacilão bate no rosto da mãe e acaba sendo espancado por grupo de homens
Vídeos
Vídeo: Caminhão não aguenta subida e atinge dois carros na Ricardo Brandão
Vídeos
Vídeo: ‘Esperava presente, recebeu prisão’, jovem vai parar na cadeia por tráfico
Internacional
Vídeo: estudante entra em universidade, atira e ao menos seis pessoas morrem
Vídeos
'Cai devagarinho até embaixo': Funkeira leva tombo ao dançar em cima de carro

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00