Menu
Busca segunda, 15 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Turismo

Turismo terá novos incentivos em MS

Mais de R$ 15 milhões serão investidos no setor até 2022, afirma presidente da Fundação de Turismo

14 setembro 2021 - 10h15Gabrielly Gonzalez e Sarah Chaves

Após o anúncio de que agora há voos inéditos para o destino mais famoso de turismo de Mato Grosso do Sul, Bonito, o presidente do Comitê do Prosseguir Eduardo Riedel e o diretor-presidente da Fundação de Turismo Bruno Wendling se reuniram nesta terça-feira (14) para esclarecer outras medidas e novidades do setor.

Entre as novidades, está a reabertura das inscrições para o benefício para os trabalhadores da área de turismo a partir do dia 21 de setembro. Podem se inscrever microempreendedor de bares e restaurantes, agências de viagens, organizadores de eventos e guias de turismo.

Além disso, amanhã começam a serem pagas as parcelas de R$ 1000 para 609 pessoas que já se inscreveram no programa Incentiva+ MS Turismo. “Serão mais de 15 milhões de reais nos programas de turismo até 2022”, afirmou Bruno.

Outro ponto positivo que vai ajudar na retomada ao turismo é um novo edital que tem como objetivo dobrar os valores dos auxílios. O que antes investia R$ 50 mil em um evento, agora passará a R$ 100 mil para setores geradores de fluxo. Wendling disse que no total é R$ 1 milhão e que as prefeituras já podem entrar em contato com a Fundação de Turismo para saberem sobre o novo edital.

Durante coletiva, Carlos Iracy, guia de turismo em Bonito, agradeceu o apoio que vem recebendo do governo e contou que participa de vários grupos com guias de todos os estado e que só Mato Grosso do Sul está dando este apoio ao setor. “É uma coisa inédita, só MS tá fazendo esse auxílio para os guias”, declarou.

A reportagem do JD1 Notícias questionou o presidente do Comitê, Eduardo Riedel, sobre o possível passaporte de vacinação para destinos turísticos, com isso, ele esclareceu que tem sido pauta no Prosseguir, mas que não querem se precipitar em nenhuma medida. “Empresários já tem se adaptando e alguns eventos marcados já pedem comprovação de vacina; nós do Governo temos exemplo do mundo todo e isso tem pontos positivos e negativos, então, por enquanto, estamos pedindo apenas que as pessoas se vacinem com as duas doses”, pontuou.

Riedel também disse que não tem definição para essa exigência em situações específicas, mas que para dar segurança tanto aos agentes da área de turismo quanto aos visitantes, o Governo ainda deve definir medidas de exigência de carteira de vacinação e teste negativo para Covid-19 para entradas nos locais. “Isso depende dos números apresentados no painel da covid, até o final do mês isso deve ser definido", finalizou.

 

Deixe seu Comentário

Mais Lidas

Política
A escada de Riedel
Internacional
Incêndio em igreja mata ao menos 35 fiéis
Interior
Ossada humana é encontrada ao lado de escola em Corumbá; assista
Polícia
Criança de 3 anos é baleada na cabeça após briga por camisa de time