Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - covid atitudes
Economia

Guedes espera aprovação da reforma da Previdência até junho

O ministro afirmou que o maior gasto do governo é com a Previdência

22 fevereiro 2019 - 17h17Da redação com informações da Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, manifestou nesta sexta-feira (22) otimismo de que a reforma da Previdência seja aprovada pelo Congresso Nacional ainda no primeiro semestre deste ano.

A declaração foi dada após a cerimônia de posse da nova presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Suzana Ribeiro Guerra. Guedes lembrou que a Previdência é o maior gasto do governo e precisa ser equacionada. “A reforma da Previdência é o primeiro ataque potente a esse desajuste fiscal, porque realmente é a primeira grande rubrica de despesas públicas”, disse.

Guedes afirmou que o déficit na Previdência está indo de R$ 340 bilhões no ano passado para R$ 370 bilhões este ano. “As despesas com Previdência estão em R$ 700 bilhões”, informou.

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Aluguel tem aumento de 33,83% em 12 meses
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em novembro
Economia
Prefeitura construirá cinco pontes na região do Distrito de Anhanduí
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em outubro
Economia
Governo destina R$ 25,2 milhões de emendas parlamentares para saúde
Economia
Nascidos em setembro recebem auxílio emergencial nesta terça
Economia
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 6
Economia
Preços de itens de cesta básica tem diferença de até 80,20%
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em junho
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em maio

Mais Lidas

Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Internacional
Vídeo: jovem tenta gravar dança em guindaste, mas despenca e morre
Polícia
Investigação concluí que enfermeiro do HR estuprou paciente em fevereiro