Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Economia

Leite e seus derivados custarão mais caro a partir de quinta

27 setembro 2011 - 15h36Divulgação

Publicado hoje (27) no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul a portaria da Superintendência da Administração Tributária (SAT), que altera o valor do leite e seus derivados. A portaria entra em vigor a partir de quinta-feira (29).

O leite in natura passa custar R$ 0,65 centavos o litro, este valor é válido apenas para o consumo no Estado, no caso de exportação este valor passará a custar R$ 0,84 centavos o litro. Já o leite Longa Vida irá custar R$ 2,08 reais o litro para o consumo dentro do Estado, no caso de ser enviado para fora de MS, este valor será de R$ 2,27 reais o litro.

Além do leite, os seus derivados como doce de leite, manteiga e queijo, também sofreram alterações. A manteiga comum passa a custar R$ 3,25 o quilo. No caso do doce de leite é um valor único independentemente de marca, embalagem ou tipo, o preço ficou estabelecido em R$ 4,85 reais o quilo.

Já no caso do queijo, nove variedades foram pesquisadas e suas variações dependem do tipo do queijo; o Minas Frescal, por exemplo, passa a custar R$ 9,20 reais o quilo, já o Minas Padrão custará R$ 10,50 reais o quilo.

A famosa mussarela passa a custar R$ 8,50 reais o quilo. Para conferir a relação dos queijos que tiveram alteração no valor acesse o Diário Oficial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões
Economia
Depois de 17 anos, Paulo Ponzini volta à Presidência do Corecon-MS
Economia
Número de pessoas inadimplentes cai no fim de 2020
Economia
A partir desta quinta, gás de cozinha vai ficar 6% mais caro
Economia
Nascidos em março podem sacar auxílio nesta segunda
Economia
Após movimentar bilhões, especialistas apontam Pix como "principal revolução financeira"
Economia
Prazo para pedir saque do FGTS emergencial acaba hoje
Economia
Em 2021, idade para se aposentar vai aumentar; confira as novas regras
Economia
Bolsonaro anuncia aumento do salário mínimo para R$ 1.100
Economia
Empresas devem encerrar os acordos feitos com os funcionários até quinta

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio