Menu
Menu
Busca terça, 16 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Justiça

TJ nega soltar motorista de app suspeito de participação em mortes de adolescentes

George Edilton Dantas Gomes, vai continuar preso; ele é suspeito de envolvimento no tiroteio que matou dois adolescentes em Campo Grande

20 junho 2024 - 09h00Vinícius Santos     atualizado em 20/06/2024 às 09h01

O Desembargador Jairo Roberto de Quadros, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), negou a liberdade ao motorista de aplicativo George Edilton Dantas Gomes, de 40 anos, acusado de envolvimento na morte de dois adolescentes no Jardim das Hortências, em Campo Grande.

As vítimas, Aysla Carolina de Oliveira Neitzke e Silas Ortiz, ambos com 13 anos, foram atingidas por "bala perdida" na noite de 05 de maio deste ano. O alvo do ataque seria Pedro Henrique Silva Rodrigues, que foi ferido na perna e sobreviveu.

George Edilton Dantas Gomes já teve um pedido de liberdade negado anteriormente. A defesa alegou que ele estava na igreja e saiu para atender os clientes envolvidos no crime. A única prova contra ele é o depoimento de Nicollas Inácio Souza da Silva, piloto da moto usada no crime, que fez suposições sobre a participação de George no crime.

A defesa também argumentou que o decreto prisional não apresenta os requisitos necessários para a imposição da custódia cautelar, uma vez que se baseia em uma fundamentação genérica sobre a gravidade abstrata do delito. Além disso, eles destacam serem 'parcos' indícios de autoria ou participação de George no crime, já que ele apenas teria realizado um serviço de transporte de pessoas e colaborou ativamente com as investigações policiais.

No entanto, ao analisar o pedido de liberdade, o desembargador Jairo Roberto de Quadros negou a soltura de George, afirmando que não há provas suficientes para comprovar o constrangimento ilegal, e que os argumentos apresentados pela defesa necessitam de uma análise mais aprofundada.

Além disso, o desembargador destacou que a decisão de prisão não é desarrazoada ou carente de fundamentação, uma vez que houve a indicação dos motivos que ensejaram a imposição da custódia cautelar, não havendo ilegalidade ou teratologia manifesta no ato reputado coator.

O desembargador também ressaltou que é prudente aguardar as informações da autoridade coatora para posterior deliberação. Portanto, a análise meritória do pedido de liberdade deve ser analisada de forma colegiada pelos demais desembargadores da Terceira Câmara Criminal.

Além de George Edilton Dantas Gomes, outros quatro indivíduos estão presos em relação ao caso: Nicollas Inácio Souza da Silva (piloto da moto usada no crime), Kleverton Bibiano Apolinário, conhecido como "Pato Donald" (presidiário apontado como mandante do crime e fornecedor da arma utilizada), Rafael Mendes de Souza, de 18 anos, conhecido como "Jacaré" (dono da casa onde foi planejado o crime) e João Vitor de Souza Mendes, de 19 anos, responsável pelos disparos que resultaram nas mortes.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios recorre ao TJMS para julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Execução em Campo Grande - Foto: Reprodução
Justiça
TJ nega recurso para anular investigação de dupla execução em Campo Grande
Vereador Chicão, do PSDB em Caarapó -
Justiça
Justiça eleitoral condena vereador por propaganda antecipada em MS
Desembargadores - Carlos Eduardo Contar e Sideni Soncini Pimentel
Justiça
Novo presidente e vice-presidente do TRE-MS são empossados
Justiça condena Consórcio Guaicurus a pagar R$ 10 mil à família de idosa que caiu em ônibus
Cidade
Justiça condena Consórcio Guaicurus a pagar R$ 10 mil à família de idosa que caiu em ônibus
Divulgação - TJMS
Justiça
Adolescentes em medida socioeducativa visitam Bioparque Pantanal
Marly Norimi é secretária de Planejamento e Finanças
Justiça
Secretária 'mete o louco' e usa namorado para dar golpe do seguro em Porto Murtinho
Governo federal libera R$ 137,6 milhões para combater incêndios no Pantanal
Justiça
Governo federal libera R$ 137,6 milhões para combater incêndios no Pantanal
Nego Di
Brasil
Influenciador Nego Di é preso por golpe de R$ 5 milhões
Motoristas de App podem ser banidos por atos graves, mas têm direito à defesa, diz STJ
Justiça
Motoristas de App podem ser banidos por atos graves, mas têm direito à defesa, diz STJ

Mais Lidas

Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia
Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Polícia
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Influencer e policial 'mais sexy do México', gravam vídeo pornô em metrô
Geral
Influencer e policial 'mais sexy do México', gravam vídeo pornô em metrô