Menu
Busca quinta, 12 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Política

Azambuja muda domicílio eleitoral para disputar prefeitura da Capital em 2012

08 novembro 2010 - 16h04
Presidente regional do PSDB, o deputado estadual Reinaldo Azambuja, pode ser a opção do PSDB para concorrer à prefeitura da Capital em 2012. Ele mesmo que nas eleições de outubro se elegeu deputado federal admitiu tal possibilidade nesta manhã ao participar da abertura da Expoinel, no Pavilhão Albano Franco, em Campo Grande. Ex-prefeito de Maracaju Reinaldo Azambuja vai transferir o domicílio eleitoral para Campo Grande. “É um consenso dentro do partido que eu deva fazer isso para ser mais uma opção da legenda em Campo Grande”, mencionou. A transferência de título de Reinaldo fora anunciada em 2008, mas até então ele argumentava que tal mudança proporcionaria mais comodidade já que após a eleição para deputado estadual estava morando em Campo Grande. Hoje, admite razões políticas. Além dele, também é cotada para disputar o cargo a senadora Marisa Serrano. Vice-presidente nacional do partido e ex-vice-prefeita da Capital, ela já se colocou à disposição da legenda para concorrer. “Mas, haverá ainda mais nomes possíveis”, diz Reinaldo. A candidatura em Campo Grande atende a uma determinação da Executiva Nacional do PSDB. Segundo Reinaldo, a cúpula tucana quer que a legenda lance candidatos a prefeito em todas as capitais do País, incluindo Campo Grande. Além de disputar o comando da Capital do Estado, o PSDB regional estabeleceu internamente outras metas como ampliar o número de candidatos a prefeito no interior do Estado. Em 2008, o PSDB concorreu a 29. Em 2012, este número será maior. Fim da parceria, sem traumas As eleições de 2012 podem romper a parceria de anos entre PSDB e PMDB em Campo Grande. Os tucanos, conforme Reinaldo, não enxergam a disputa com antigo aliado como uma situação traumática. Atualmente, os tucanos pertencem à base aliada de Nelsinho Trad (PMDB) e tem cargos na prefeitura. “Em 2012, o PSDB terá candidatura própria. O nosso compromisso com essa administração [de Nelsinho] termina ao final deste mandato”, disse. O interesse dos tucanos é ganhar parceiros para o projeto de concorrer à prefeitura. Uma possibilidade é discutir uma retribuição do próprio PMDB que foi ajudado pelo PSDB nas disputas anteriores pela prefeitura. “Tudo depende de conversas, mas é claro que vamos conversar com todos os partidos”, mencionou. Fonte: Midia Max
PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Fábio se posiciona contra o uso de recursos públicos pelos partidos
Política
Joice Hasselmann deverá ser a nova líder do PSL na Câmara
Política
Diagnóstico de daltonismo poderá ser feito em escolas da Reme
Política
Beto Pereira é o novo líder do PSDB na Câmara Federal
Política
Senado: CCJ aprova anticrime e prisão em segunda instância
Política
“Aprovado” nas redes sociais, fundo eleitoral ainda não foi a plenário
Política
Dagoberto chama manifestante de "maluco" e diz que projeto ainda não foi votado
Política
Coronel David cobra a nomeação de 258 policias penais para MS
Política
Prisão administrativa para PMs e Bombeiros poderá ser extinta
Política
Bolsonaro diz que seu governo honra militares e respeita o povo

Mais Lidas

Brasil
Maia quer pautar fim do foro privilegiado em janeiro
Cidade
Prefeitura vai concluir prolongamento da avenida Rita Vieira
Brasil
Aposentadoria complementar pode ficar isenta de Imposto de Renda
Brasil
“Sociedade quer rapidez”, diz Simone em relação a 2ª instância