Menu
Busca sexta, 19 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Turismo

Baleia, boto, dromedário: animais tornam viagem inesquecível

14 maio 2011 - 07h44Terra

Dizem que a proximidade com os animais acalma, traz paz e equilíbrio espiritual, mas, muitas vezes, o mais perto que as pessoas conseguem chegar de um bichinho é em casa, com seus próprios animais de estimação. Mas se você está planejando uma viagem e quer conferir o que a mãe natureza tem para oferecer, não faltarão opções que viabilizam este tipo de contato.

E não é só indo a um zoológico ou fazendo um safári que é possível ver ou interagir com diversas espécies de animais. Imagine, por exemplo, fazer uma cavalgada por uma cidadezinha francesa, para conhecer lugares que não estão nos roteiros tradicionais? Ou, por exemplo, montar em um dromedário e ziguezaguear pelas dunas de Genipabu, no Rio Grande do Norte?

Quem sabe dar um oizinho pra um boto cor-de-rosa no Amazonas ou mergulhar ao lago de uma enorme tartaruga nas praias de Recife, em Pernambuco.

O fato é que, independente de quantos quilômetros se pretende rodar ou do quanto se quer gastar, as agências de viagens oferecem mil opções para quem pretende fugir do caos urbano e buscar a paz junto às mais diversas espécies encontradas em territórios nacionais ou internacionais. É só conferir.

Genipabu - Natal, Rio Grande do Norte

Se você não pode ir pro deserto do Saara para ver de perto um camelo ou se perder nas areias do deserto, existe uma opção mais viável. É logo ali, em Genipabu, no Rio Grande do Norte, que você poderá fazer um exótico passeio diretamente da corcova de um dromedário.

O animal leva duas pessoas por vez para conhecer as dunas e paisagens da região. A voltinha com o animal leva entre 10 e 15 minutos e os turistas podem aproveitar para tirar fotos de um ângulo, no mínimo, diferente. Chapéu, bermuda e camiseta são itens importantes para este passeio.

Para quem prefere trocar as areias pela água, a dica é o mergulho na praia de Maracajaú, uma área de preservação ambiental que, entre os seus famosos recifes de corais, presenteia o visitante com diferentes espécies de peixes, crustráceos, moluscos e corais. O período mais indicado para este passeio é de outubro a maio, quando há menos vento, mais sol e água mais limpa. Com isso, a visibilidade aumenta e o número de fotos garantidas também.

Costa da Baleia, Bahia

Entre os meses de julho e novembro, a dica é visitação à Costa das Baleias, município localizado ao sul da Bahia que abriga o Parque Nacional Marinho de Abrolhos. As baleias jubartes, que podem chegar a 16 metros de comprimento e pesar cerca de 40 toneladas, são frequentadoras do local na época da reprodução. A paisagem se completa com tartarugas marinhas, corais e cavernas submarinas.

Recife, Pernambuco

Não é só o céu ensolarado, que se apresenta na maior parte do ano, que atrai turistas do Brasil e do mundo para as praias de Recife, em Pernambuco. A prática do mergulho é comum na região, que oferece a proximidade com muitas espécies de tartarugas marinhas, peixes multicoloridos e arraias.

De acordo com a Abeta, (Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura ), crianças a partir de 10 anos de idade já podem mergulhar, embora esta decisão dependa da operadora ou escola. Para os que já são adeptos da prática, é só colocar máscara, snorkel e nadadeira na mochila e curtir as praias paradisíacas que o local oferece.

Ilha de Marajó, Pará

Que tal montar em um búfalo e conhecer a Iha de Marajó, no Pará? Pois sim, isso é possível, uma vez que as manadas de búfalo são comuns na região. Quem estiver por lá também vai ter contato com outros animais, como jacarés e guarás, além, é claro, de provar a carne de búfalo - que também vai pro prato na culinária local.

Bonito, Mato Grosso do Sul

Para fãs ou não de mergulho, Bonito é destino certo e rende belíssimas imagens nos lagos e rios da região. O turista se sente dentro de um aquário quando se vê diante da rica vida marinha, que reserva surpresas como peixes coloridos, recifes de corais, baleias, tartarugas, lontras, peixes-boi e outras espécies. A vida fora da água também é preservada e exibe paisagens praticamente intactas, compostas por rochas, quedas d´água, cavernas, grutas e trilhas.

Pantanal, Mato Grosso do Sul

Conhecer o Pantanal a cavalo também uma opção de turismo de aventura que agrada a todas as idades. As visitas geralmente são guiadas e oferecem ao turista o contato com a natureza, com os animais típicos da região, a história e cultura do local. Algumas agências também oferecem o passeio noturno, para quem quer ter um contato ainda maior com a vida selvagem. Para a atividade, indica-se o uso de uma calça e calçado confortável ou ainda uma bota de cano alto.

Arquipélago de Anavilhanas - Manaus, Amazonas

Não é em qualquer lugar que você poderá encontrar, acariciar e até mesmo alimentar um boto cor-de-rosa, animal típico da região do Amazonas. O estado já virou sinônimo de biodiversidade, graças ao seu rico ecossistema. Em Manaus, a dica é o arquipélago de Anavilhanas que, além de oferecer aproximadamente 400 ilhas, dá ao turista a oportunidade de nadar com o animalzinho.

Orlando - Flórida, Estados Unidos

As crianças não vão reclamar em fazer as malas para um passeio como esse, indicado para toda a família. O parque aquático Discovery Cove tem diversas atrações e permite que os visitantes nadem com os golfinhos. O passeio só não é permitido para menores de seis anos de idade. Roupas leves, chinelo, protetor solar e, claro, máquina fotográfica não podem faltar na bolsa. O verão é a época do ano mais indicada para visitação, pois a alta temperatura é um convite para mergulhar nas águas límpidas do parque.

Ushuaia, Argentina

Não é preciso ir para o Alasca para encontrar com pinguins e lobos marinhos. Atravessando a fronteira do Brasil e indo rumo ao sul da Argentina, em Ushuaia, você poderá passear de trenó que são puxados por huskies siberianos. Para este passeio, é indicado incluir roupas impermeáveis, gorro, luvas e um bom agasalho para aguentar o frio e a neve. O local faz fronteira com o Chile e é cercado pelos Andes, por isso, as temperaturas são bem baixas.

Aruba, Caribe

Em Aruba existem opções bastante exóticas que vão agradar aqueles que procuram destinos turísticos mais diferentes. Além de ser um refúgio de aves marinhas, o local também recebe a visitação de aves de caça, como o falcão e o carcará. Os turistas também podem optar pela Fazenda de Borboletas, um local que oferece visitas guiadas para o conhecimento de 32 espécies diferentes. Há também o Santuário dos Burros, onde se pode cavalgar e alimentar os animais. Já na Fazenda de Avestruzes, os turistas poderão ver de perto o bichinho e conhecer suas principais características.

Vale do Loire, França

Engana-se quem pensa que o turismo de Paris se resume ao glamour da Champs-Élysées ou à efervescência cultural do museu do Louvre. Algumas agências oferecem experiências bastante ligadas à natureza e aos animais, por meio do turismo equestre. Reserve um dia e entregue-se ao guia turístico que certamente terá um itinerário surpreendente para oferecer. Alguns pacotes incluem paradas para piqueniques, degustação de vinhos e jantares.

Especial Terra

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
MS estimula o turismo com melhorias no transporte
Turismo
Programa Investe Turismo é lançado com meta de melhorar destinos turísticos e gerar emprego em MS
Turismo
Longen visa desenvolver o turismo no MS
Turismo
Reinaldo e Marcelo Álvaro entregam obra em Bonito
Turismo
Sete destinos de MS são selecionados no Programa Investe Turismo do MTur
Turismo
Rota Sul e Bonito estão dentro do programa "Investe Turismo"
Turismo
Ministro pede abertura de capital estrangeiro para companhias aéreas

Mais Lidas

Geral
Quatro capivaras amanhecem mortas próximo ao shopping
Justiça
Rigo entra com recurso baseado em decisão de Toffoli
Geral
Jovem perde perna em acidente e pede ajuda em "Vaquinha Solidária"
Polícia
Incêndio criminoso deixa pelo menos 16 mortos