Menu
Busca segunda, 27 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Brasil

Brasil reconhece mais de 21 mil venezuelanos em condição de refugiados

Venezuelanos fugiram da crise econômica e instabilidade do país

06 dezembro 2019 - 14h21Vitória Ribeiro, com informações Agência Brasil

O Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) concedeu a condição de refugiados a 21.432 venezuelanos que se estabeleceram no Brasil após fugirem da crise econômica e da instabilidade política que afetam seu país.

Segundo dados divulgados na quinta-feira (05) no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública, pasta à qual o órgão colegiado está vinculado, até o início de outubro deste ano, o Conare estava analisando 120.469 pedidos de reconhecimento de refúgio apresentados por venezuelanos. Os processos são confidenciais e não são divulgadas nem mesmo as identidades dos que têm seus pedidos de refúgio acolhidos.

De acordo com o ministério, o resultado da reunião é “um marco histórico na área de regularização migratória brasileira”, já que as 21.342 solicitações de refúgio foram julgadas em bloco, de uma só vez. A expectativa ministerial é que, em breve, o Conare repita o mesmo procedimento, analisando mais um “número expressivo” de solicitações interpostas por estrangeiros.

Para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o julgamento de um grande número de solicitações de uma só vez foi possível graças ao uso de novas tecnologias e, principalmente, devido a recentes resoluções do comitê. O emprego de ferramentas digitais capazes de sistematizar grandes volumes de dados, transformando-os em informações claras, permitiram o cruzamento de mais de 129 mil solicitações de reconhecimento de refúgio apresentadas por venezuelanos, otimizando o trabalho dos membros do Conare.

Além disso, em junho deste ano, o órgão concluiu que os venezuelanos enfrentam um contexto de “grave e generalizada violação de direitos humanos”. A decisão teve efeitos práticos, resultando na publicação, em outubro, de uma resolução normativa que permitiu a adoção de procedimentos diferenciados na instrução e avaliação de solicitações devidamente fundamentadas, eliminando “entraves” e facilitando o processo de determinação da condição de refugiado de venezuelanos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Vídeo – Casa desaba e é arrastada por enchente
Brasil
Ana Maria Braga enfrenta novo câncer de pulmão mais agressivo
Brasil
Mega deve pagar R$ 40 mi neste sábado
Brasil
Bolsonaro não recriará Ministério da Segurança
Brasil
''Deus perdoa, a sociedade não'', diz advogada de Bruno
Brasil
Se a pasta de Segurança for reformulada, Moro continua, garante Bolsonaro
Brasil
Vídeo - Prédio desaba com rachadura na contrução
Brasil
Confiança do empresário sobe 65,3 pontos em janeiro
Brasil
Bolsonaro aguarda ajuste do TCU para contratar militares da reserva
Brasil
Minha Mãe é uma Peça 3 se torna a maior bilheteria nacional

Mais Lidas

Geral
Banco do Brasil cria contas para doações a vítimas de enchentes
Economia
Longen defende aproximação de MS com os EUA durante reunião com cônsul
Polícia
Casal é executado a tiros dentro de casa na tarde desta segunda-feira
Polícia
Andarilho tenta assaltar mulher no estacionamento do Gugu Lanches