Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Economia

Compradores economizam durante o ano e chegam cedo para liquidação

07 janeiro 2011 - 10h25
Como já virou costume, as portas do Magazine Luiza foram abertas às 6 horas na tradicional liquidação de janeiro. Para aproveitar os descontos, não basta apenas chegar horas, ou por vezes dias, antes para garantir o lugar na fila. Muitos se preparam durante o ano todo para levar montante maior de dinheiro e, assim, comprar mais produtos. A técnica de laboratório Maria Cleuza do Carmo, 65 anos, por exemplo, conseguiu juntar R$ 4 mil ao longo de 2010 para aproveitar as promoções. Para que as compras fossem proveitosas, ela disse ter chegado às 23h30 da última segunda-feira e desde então tem esperado o dia de comprar. “Vou levar tudo que der. O ano passado eu vim, tinha 14 pessoas na fila. Aí eu desisti”, conta Maria Cleuza. A preparação incluiu reunir os filhos, revezar durante a semana na fila e a Kombi da família, que vai ajudar na economia no frete. Na lista da técnica de laboratório estavam: micro ondas, fogão, máquina de lavar quintal, máquina de lavar roupas, sugar, “e o que mais der para comprar”, disse a compradora. A filha de Maria Cleuza, a professora Monica do Carmo, 28 anos, também juntou dinheiro focando a liquidação, o que incluiu apertar os cintos nas festas de fim de ano. Foram R$ 1,8 mil, juntados desde outubro, incluindo o 13°. Ela disse que pretendia comprar à vista. Um dos primeiros produtos que pegou primeiro foi um bebê conforto, que de R$ 270 saía por R$ 100, já pensando no bebê que deverá chegar em menos de 4 meses. Objetivo - Alguns dos compradores preferem não guardar grande quantia em dinheiro, pois aproveitam a liquidação apenas para comprar o que falta na casa. A comerciante Maria dos Santos Nascimento, 54 anos, chegou ontem ao meio dia na fila. Ela disse que juntou dinheiro para comprar uma geladeira e um bebedouro à vista. Lá dentro acabou se decepcionando. O modelo que ela já tinha escolhido não teve muito desconto. “Eu não achei que não baixou muito. Eu esperava que estivesse mais em conta. Baixou só R$ 200.” A doméstica Ivone dos Santos, 24 anos, era a última da fila. Como está desempregada e não conseguiu juntar muito dinheiro, foi ao local apenas para levar 3 panelas. “Como eu estou desempregada todo o dinheiro que eu pegava”. O menino Vinícius, 10 anos, esgueirou-se por entre os primeiros da fila, entrou antes da mãe, que aguardava do lado de fora e foi logo pegando o ferro de passar, objetivo da compra. Dia de promoção - As Casas Bahia também prometem descontos nesta sexta-feira. As duas lojas que fazer rebaixa oferecem produtos com preços 70% mais baixos.
Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Intenção de consumo melhora entre campo-grandenses
Economia
Projeção de crescimento da economia é reduzida
Geral
Porto Murtinho se tornará o maior polo exportador de MS
Economia
Dólar sobe 2,69% e está cotada a R$ 3,902
Economia
Universidade auxilia contribuintes na declaração do Imposto de Renda
Economia
Aneel quita empréstimo a distribuidoras e luz terá redução de 3,7% em média
Economia
Mega-Sena pode pagar prêmio R$ 11 milhões neste sábado
Economia
Em MS, indústrias de chocolate esperam aumentar faturamento em 10% na Páscoa
Economia
Dólar sobe e fecha a R$ 3,848; Bolsa cai após recorde
Economia
Bolsa bate recorde e dólar fecha quase estável

Mais Lidas

Polícia
Imagem Forte - Homem é executado com mais de 20 disparos em Ponta Porã
Política
Vídeo - Deputado apanha de vereador e sai machucado
Saúde
Ministério da Saúde faz campanha de alerta sobre tuberculose
Brasil
Diretor Domingos Oliveira morre aos 83 anos no Rio