Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Economia

Dilma anuncia subsídios de R$ 16 bi para pequenos agricultores

12 julho 2011 - 16h01Arquivo

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira um plano de apoio aos pequenos agricultores que prevê a concessão de créditos e subsídios por R$ 16 bilhões no próximo ano para elevar a renda das famílias que vivem do campo.

O chamado Plano Safra da Agricultura Familiar 2011-2012, que financiará a colheita que começará a ser semeada neste mês, tem por objetivo aumentar a produção de alimentos e elevar a renda dos agricultores mais pobres e das comunidades tradicionais, como os indígenas, que vivem do campo, explicou Dilma.

"Nosso País se caracteriza por ser um grande produtor e exportador de alimentos, mas também se caracteriza por ter uma agricultura familiar que é responsável pela alta qualidade do alimento que chega à mesa do consumidor brasileiro", afirmou a presidente no discurso que pronunciou na cerimônia de apresentação do plano na cidade de Francisco Beltrão (PR).

O anúncio da ajuda aos pequenos agricultores para a próxima colheita ocorreu um mês depois que Dilma apresentasse um plano de apoio à agricultura intensiva por R$ 107,2 bilhões.

O total de R$ 16 bilhões previsto para esta safra repete o valor do ano passado, já que os recursos tomados pelos agricultores familiares na safra passada não atingiram o limite disponível.

"Se houver necessidade de mais recursos, serão disponibilizados", disse a presidente. Pela primeria vez, a agricultura familiar terá uma política de garantia de preços mínimos, que irá possibilitar a compra, a preços definidos, de produtos da agricultura familiar que serão destinados aos estoques governamentais.

O plano de apoio aos médios e grandes produtores lançado em junho se propõe a elevar em 5% a produção de grãos do País, desde o recorde de 161,5 milhões de t na colheita 2010-2011 até 169,5 milhões de t na do período 2011-2012.

Dilma afirmou que, assim como o governo incentiva os grandes agricultores para aumentar a produção e as exportações de alimentos, que hoje representam cerca de 40% de todas as vendas externas do País, também tem que apoiar os pequenos produtores como parte dos programas de combate à miséria.

De acordo com números oficiais, a agricultura familiar produz 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros e responde por cerca de 74% dos trabalhadores que vivem no campo e por 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Repasses a municípios de MS cresceram 10% em 2020
Economia
Governo autoriza cessão da Gruta do Lago Azul ao município de Bonito
Economia
Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresas
Economia
Nascidos em setembro podem sacar parcela do auxílio nesta quarta
Economia
Pagamento do calendário 2021 do Bolsa Família começa nesta segunda
Economia
Caixa libera saque do auxílio emergencial para nascidos em agosto
Economia
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões
Economia
Depois de 17 anos, Paulo Ponzini volta à Presidência do Corecon-MS
Economia
Número de pessoas inadimplentes cai no fim de 2020
Economia
A partir desta quinta, gás de cozinha vai ficar 6% mais caro

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio