Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Dilma anuncia subsídios de R$ 16 bi para pequenos agricultores

12 julho 2011 - 16h01Arquivo

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira um plano de apoio aos pequenos agricultores que prevê a concessão de créditos e subsídios por R$ 16 bilhões no próximo ano para elevar a renda das famílias que vivem do campo.

O chamado Plano Safra da Agricultura Familiar 2011-2012, que financiará a colheita que começará a ser semeada neste mês, tem por objetivo aumentar a produção de alimentos e elevar a renda dos agricultores mais pobres e das comunidades tradicionais, como os indígenas, que vivem do campo, explicou Dilma.

"Nosso País se caracteriza por ser um grande produtor e exportador de alimentos, mas também se caracteriza por ter uma agricultura familiar que é responsável pela alta qualidade do alimento que chega à mesa do consumidor brasileiro", afirmou a presidente no discurso que pronunciou na cerimônia de apresentação do plano na cidade de Francisco Beltrão (PR).

O anúncio da ajuda aos pequenos agricultores para a próxima colheita ocorreu um mês depois que Dilma apresentasse um plano de apoio à agricultura intensiva por R$ 107,2 bilhões.

O total de R$ 16 bilhões previsto para esta safra repete o valor do ano passado, já que os recursos tomados pelos agricultores familiares na safra passada não atingiram o limite disponível.

"Se houver necessidade de mais recursos, serão disponibilizados", disse a presidente. Pela primeria vez, a agricultura familiar terá uma política de garantia de preços mínimos, que irá possibilitar a compra, a preços definidos, de produtos da agricultura familiar que serão destinados aos estoques governamentais.

O plano de apoio aos médios e grandes produtores lançado em junho se propõe a elevar em 5% a produção de grãos do País, desde o recorde de 161,5 milhões de t na colheita 2010-2011 até 169,5 milhões de t na do período 2011-2012.

Dilma afirmou que, assim como o governo incentiva os grandes agricultores para aumentar a produção e as exportações de alimentos, que hoje representam cerca de 40% de todas as vendas externas do País, também tem que apoiar os pequenos produtores como parte dos programas de combate à miséria.

De acordo com números oficiais, a agricultura familiar produz 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros e responde por cerca de 74% dos trabalhadores que vivem no campo e por 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do País.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Concen e Energisa cadastram famílias na Tarifa Social neste sábado
Economia
Guedes prevê "um outro país" após reforma da Previdência
Economia
Dólar segue em alta cotado a R$ 4,087
Economia
País colherá 50,92 milhões de sacas de café neste ano, prevê Conab
Economia
Mega acumula e pode pagar 7 mi no sábado
Economia
Dólar fecha com maior valor em sete meses
Economia
Argentina é responsável por queda no comércio exterior brasileiro
Economia
Governo já trabalha com crescimento de 1,5% em 2019
Economia
Banco Central aponta recuo da economia ao Copom
Economia
Em 22 anos, produção de ovos tem primeira queda

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Brasil
Menores vítimas de violência sexual costumam mostrar sinais
Geral
Universidade leva serviços gratuitos à comunidade no próximo dia 25