Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Economia

Fim do verão coloca academias em alerta. Saiba o que fazer para continuar lucrando

03 abril 2012 - 10h38Marcos de Paula/AE

O fim do verão traz um desafio adicional para os donos das academias de ginástica: manter os alunos que se matricularam neste período embalados pelo calor da estação. Uma estimativa da Associação Brasileira de Academias mostra que entre os meses de janeiro e março o número de inscrições aumenta em média 30%. O problema é que os donos desses empreendimentos não conseguem reter uma parte desses alunos – aproximadamente 20% das admissões são canceladas em até três meses.

Segundo a opinião do consultor Wlamir Bello, do Sebrae-SP, o que falta às academias é implementar uma estratégia eficiente – e permanente – de retenção de novos alunos. De acordo com o especialista, muitas vezes o empreendedor não entende que o negócio precisa atender uma necessidade do aluno, e não apenas transformar o serviço prestado em dinheiro. “A academia vende promessas, como a de melhorar a qualidade de vida e de deixar a pessoa mais bonita. Se o cliente não recebe o prometido, ele fica desmotivado”, analisa Wlamir.

O administrador esportivo Walter Pires Júnior, sócio da academia Modelar, atende a quase 800 alunos na zona leste de São Paulo. Tim, como é conhecido, conta que a empresa aumentou o quadro de professores para manter os novos clientes. Ele também estendeu a promoção de verão, concedendo descontos a partir dos pacotes quadrimestrais. “Os planos conjugados, para quem pratica mais de uma modalidade, ainda estão com o valor de 2011”, conta.

Ricardo Ferreira, sócio e administrador do Studio Persona, em Caieiras, na grande São Paulo, também aposta no atendimento personalizado. Por isso, em sua academia, os alunos dividem a atenção do professor com no máximo outras duas pessoas. Essa estratégia, para Ferreira, garante fidelidade. “Temos uma metodologia que leva em consideração o histórico do cliente, seu objetivo e possíveis empecilhos. Com isso, o treinador consegue um aluno mais comprometido.”

Personalizar o atendimento é sempre possível, não importa o tamanho do empreendimento. Gustavo Veloso divide a administração da academia Júlio Veloso com o pai, que dá nome à empresa. Eles têm 1,2 mil alunos nas duas unidades da empresa no Rio de Janeiro, mas buscam sempre aproximar-se dos clientes.

“Quando ele some, esperamos um mês e perguntamos se ele não quer aproveitar esse tempo no final do contrato. Também fazemos feedback. Os professores que conduzem as avaliações físicas ligam para os alunos novos e perguntam se eles estão gostando da série recomendada”, afirma o empresário.

Respeitar o perfil do cliente é um passo importante para Bello, do Sebrae. O consultor aconselha o dono da academia a manter um banco de dados com informações dos consumidores. A partir dele, o contato fica mais fácil e é possível, até mesmo, oferecer ofertas sob medida, como planos familiares, por exemplo.

Via Estadão

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo cogita possibilidade de volta do horário de verão
Economia
Beneficiários do Bolsa Família começam a receber 6ª parcela do auxílio
Economia
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Projeto do Governo para reduzir conta de energia é aprovado na Assembleia
Economia
Motoristas de apps vão ter incentivos, o que deve melhorar a vida dos passageiros
Economia
Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Procon-MS devolve quase meio milhão a consumidor no primeiro semestre de 2021
Economia
Trabalhadores nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Funcionário diz que JBS está sem realizar abate
Economia
Segundo Ministro das Comunicações, tecnologia 5G pode trazer U$ 1,2 tri em investimentos

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra pênis decepado dentro de pote no jardim da casa da mãe
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Polícia
Homem encontra o pai morto em avançado estado de decomposição na Vila Carvalho
Brasil
Homem coloca fogo em casa com ex-mulher e filhos dentro