Menu
Busca sexta, 12 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
Governo - Dengue
Economia

Mercado de trabalho segue se recuperando e desemprego cai para 9,8%

Pesquisa foi realizada pelo IBGE e é a menor taxa desde 2015

30 junho 2022 - 11h37Da Redação, com Agência Brasil

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta taxa de desemprego no trimestre móvel que se encerrou em maio. Os dados colhidos através de Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Penad) demonstram uma recuperação continuada do mercado de trabalho.

O desemprego se refere às pessoas com idade para trabalhar que não estão trabalhando, mas estão disponíveis e tentam encontrar trabalho.

O recuo foi de 1,4 ponto percentual em relação ao trimestre de dezembro de 2021 a fevereiro de 2022, quando a taxa ficou em 11,2%, e de 4,9 pontos percentual na comparação com o mesmo período de 2021, quando o desemprego estava em 14,7%. Segundo o IBGE, esta foi a menor taxa de desocupação para um trimestre encerrado em maio desde 2015, quando o indicador registrou 8,3%.

Em números, o Brasil tem hoje 10,6 milhões de pessoas desocupadas. São 1,4 milhão de pessoas a menos frente ao trimestre anterior, representando um recuo de 11,5%. Na comparação anual, a queda foi de 30,2%, com 4,6 milhões de pessoas a menos desocupadas.

O total de pessoas ocupadas atingiu o recorde da série iniciada em 2012, com 97,5 milhões. Uma alta de 2,4%, ou mais 2,3 milhões de pessoas, na comparação trimestral e de 10,6%, ou 9,4 milhões de pessoas, na comparação anual. O nível da ocupação foi estimado em 56,4%, alta de 1,2 ponto percentual frente ao trimestre anterior e de 4,9 pontos percentuais em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Atividades

Segundo o IBGE, apresentaram aumento de contingente ocupado na comparação trimestral as atividades: Indústria Geral (2,5%, ou mais 312 mil pessoas); Construção (2,9%, ou mais 210 mil pessoas); Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (1,5%, ou mais 281 mil pessoas); Transporte, armazenagem e correio (4,6%, ou mais 224 mil pessoas); Alojamento e alimentação (3,6%, ou mais 186 mil pessoas); Informação, Comunicação e Atividades Financeiras, Imobiliárias, Profissionais e Administrativas (2,8%, ou mais 311 mil pessoas); Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (2,8%, ou mais 466 mil pessoas); e Outros serviços (3,7%, ou mais 182 mil pessoas).

Na comparação com o trimestre encerrado em maio de 2021, as alta foram em: Indústria Geral (11,0%, ou mais 1,3 milhão de pessoas); Construção (13,2%, ou mais 866 mil pessoas); Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (15,3%, ou mais 2,5 milhões de pessoas); Transporte, armazenagem e correio (14,0%, ou mais 629 mil pessoas); Alojamento e alimentação (26,9%, ou mais 1,1 milhão de pessoas); Informação, Comunicação e Atividades Financeiras, Imobiliárias, Profissionais e Administrativas (4,0%, ou mais 449 mil pessoas); Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (3,6%, ou mais 580 mil pessoas); Outros serviços (20,7%, ou mais 878 mil pessoas); e Serviços domésticos (20,4%, ou mais 990 mil pessoas).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Petrobras anuncia nova redução no preço do diesel para distribuidoras
Economia
IBGE: Safra recorde de cereais é prevista para este ano no Brasil
Economia
Índice de endividamento tem quarta redução consecutiva na Capital
Economia
Auxílio Brasil: Recebem hoje beneficiários com NIS final 3
Economia
MS é campeão nacional em investimento por habitante
Economia
Apesar da expectativa, Dia dos Pais tem pouca movimentação na Capital
Economia
Salário mínimo previsto para 2023 será de R$ 1.294
Economia
Dia dos pais: 59% das pessoas pretendem presentear, diz Procon Municipal
Economia
Corecon MS realiza palestras na Semana de Economia
Economia
Dia dos Pais deve contar com alta nas vendas, diz CNC

Mais Lidas

Brasil
Jovem é morto com facada na cabeça em terreno baldio; assista
Geral
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
Geral
Com a filha de 12 anos intubada no HU, pai pede doações de sangue na internet
Polícia
Mãe procura por filha de 14 anos que desapareceu há três dias no Nova Lima