Menu
Busca terça, 19 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Economia

MS será o estado que mais plantará seringueiras

25 outubro 2011 - 11h55Arquivo

Apesar de o Brasil produzir somente 30% da demanda atual de seringueiras e importar 70%, a expectativa é de que o Estado do Mato Grosso do Sul chegue a 1 milhão de hectares até 2030. De acordo com o diretor da Cautex Florestal, Getúlio Ferreira, o mercado internacional já mostra sinais negativos de produção, em algumas situações, e entre 2013 e 2014, MS será o Estado brasileiro que mais plantará seringueiras.

Essas informações foram oferecidas nesta terça-feira (25), das 7 às 17h30, na cidade de Jaraguari, interior do Estado do Mato Grosso do Sul, durante o Programa Mais Floresta – iniciativa que proporciona palestras e workshops de incentivo ao cultivo de eucaliptos e seringueiras. Segundo o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar/MS, Clodoaldo Martins, esta é uma boa oportunidade de o Brasil ser menos dependente do mercado internacional, considerando MS possui solo e clima favoráveis para o plantio.

"Atualmente a demanda mundial ultrapassa a produção, numa perspectiva de crescimento de 2 a 2,5% por ano, o que favorece o cenário em desenvolvimento no Brasil", ressalta Getúlio Ferreira. Ele diz que é possível cultivar seringueira em praticamente todo o MS, e afirma que a região leste do Estado, por exemplo, é de grande potencial, além de estar próxima ao noroeste de São Paulo. "Há algumas áreas mais restritas, mas não existe de fato, lugares inaptos para a heveicultura no MS", complementa.

Além de fazer com que o Brasil se torne menos dependente da borracha estrangeira, o setor proporciona um aumento do número de empregos no País e principalmente, no MS, que pode gerar cerca de 340 empregos diretos e 100 indiretos - por município, segundo o diretor da Cautex.

Durante todo o dia, os participantes recebem informações sobre linhas de financiamento para o setor florestal, mercado da borracha natural e rentabilidade da cultura da seringueira, além de oficinas sobre manejo do seringal. Dentre os temas abordados, também estão rentabilidade da atividade pecuária com eucalipto e o mercado regional deste segmento. Para mais informações sobre o Programa, acesse: www.senarms.org.br.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Pagamento do calendário 2021 do Bolsa Família começa nesta segunda
Economia
Caixa libera saque do auxílio emergencial para nascidos em agosto
Economia
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 17 milhões
Economia
Depois de 17 anos, Paulo Ponzini volta à Presidência do Corecon-MS
Economia
Número de pessoas inadimplentes cai no fim de 2020
Economia
A partir desta quinta, gás de cozinha vai ficar 6% mais caro
Economia
Nascidos em março podem sacar auxílio nesta segunda
Economia
Após movimentar bilhões, especialistas apontam Pix como "principal revolução financeira"
Economia
Prazo para pedir saque do FGTS emergencial acaba hoje
Economia
Em 2021, idade para se aposentar vai aumentar; confira as novas regras

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio