Menu
Busca domingo, 25 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Procon alerta para cobrança indevida de taxa de matrícula nas escolas

11 dezembro 2011 - 10h15Divulgação

Com o término das aulas, as escolas já estão se preparando para o ano letivo de 2012. Pais e alunos devem ficar atentos às mudanças nas instituições de ensino (escolas, faculdades e universidades). Antes de efetuarem a matrícula, é preciso avaliar o que está sendo cobrado.

O superintendente do Procon/MS, Lamartine Ribeiro, lembra à população que é proibido no Brasil a cobrança de taxa de matrícula. Segundo ele este valor deve estar embutido no preço total da educação referente àquele ano. "Procure saber qual o valor anual pago, referente à série que o aluno vai cursar. Desta forma, o consumidor poderá saber em quantas mensalidades a instituição dividirá o valor do serviço e a matrícula deve corresponder a uma destas mensalidades. Qualquer valor a mais, deve ser denunciado", explicou Lamartine.

Outro ponto importante a ser destacado é a lista de materiais. As instituições não podem estabelecer a compra de materiais que não sejam para uso didático. "O colégio não pode colocar na lista produtos como detergente e papel higiênico, por exemplo, se eles não estiverem dentro de um contexto pedagógico, e forem utilizados para outros fins", completa o superintendente.

Inadimplência

De acordo com Lamartine é importante lembrar que as escolas podem recusar matrícula ou rematricula caso o alunos esteja inadimplente. "É proibido durante a prestação do serviço, criar qualquer meio para forçar o pagamento de mensalidades em atraso, proibindo o aluno, que não está em dia com as mensalidades, de fazer prova".

Para mais informações o consumidor pode acessar o site do Procon, www.procon.ms.gov.br ou ligar no número 151.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Seguro facultativo garante benefícios a quem não exerce atividade remunerada
Economia
Acima de R$ 4,12, dólar fecha no maior valor em quase um ano
Economia
Julho registra abertura de 43,8 mil postos de trabalho
Economia
Ministério da Economia corta despesas para garantir serviços essenciais
Economia
Bolsonaro diz que vai ouvir Guedes sobre novo imposto
Economia
Aumento na conta de luz pressiona inflação para os mais pobres
Economia
Financiamento imobiliário com taxas diferenciadas é anunciado pelo BB
Economia
Índice de confiança do empresário tem alta pelo 3º mês seguido
Economia
Fiems apresenta aos militares do exército potencial econômico de MS
Economia
Coaf muda para o Banco Central

Mais Lidas

Geral
Mulher tem dedo amputado enquanto fazia compras
Fim de Semana
Esquadrilha da Fumaça se apresenta em Campo Grande neste domingo
Geral
Rally dos Sertões continua neste sábado com ação social e show
Clima
Chuva deve chegar só em setembro