Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Economia

Termina hoje o prazo para consolidar dívidas do Refis

Quem não fizer o procedimento será excluído da renegociação

28 dezembro 2018 - 07h51Da Redação com Agência Brasil

Termina nesta sexta-feira (28) o prazo para os contribuintes que aderiram ao Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), também conhecido como Novo Refis, prestar informações à Receita Federal e consolidar o parcelamento na modalidade demais débitos (que exclui as dívidas com a Previdência Social). Quem não fizer o procedimento será excluído da renegociação.

Na consolidação, o contribuinte deverá indicar os débitos a serem incluídos no parcelamento, com a possibilidade de incluir ou retirar dívidas; a quantidade de parcelas pretendidas e o valor dos créditos tributários – parcela que a Receita Federal deve ao contribuinte – para abatimento no débito total. Se, no momento da adesão ao Pert, o contribuinte indicou indevidamente uma modalidade para a qual não tem débitos, será possível corrigir a informação.

O Pert dá desconto nas multas e nos juros e permite o parcelamento de débitos com a União em até 180 meses (cinco meses para parcelar a entrada de 20% do débito total, mais 175 meses para quitar o restante). A adesão ao programa ocorreu ao longo de 2017. Depois do parcelamento da entrada, o contribuinte passou a pagar o restante do débito total informado na adesão, dividido pelo número de parcelas, enquanto o valor final da prestação não era consolidado. A parcela mínima equivale a R$ 200 para pessoa física e R$ 1 mil para pessoa jurídica.

Quem pediu a renegociação de débitos com a Previdência Social e fez a consolidação em agosto precisará repetir o procedimento, caso tenha pedido o parcelamento de outros tipos de dívidas com a União. A consolidação pode ser feita nos Centros de Atendimento Virtual (e-CAC) da Receita Federal.

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo pede abertura de crédito de R$ 9,4 bilhões para Auxílio Brasil
Economia
Petrobras confirma novo aumento de preços na gasolina e diesel
Economia
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 6
Economia
Paulo Guedes diz confiar na aprovação das reformas Administrativa e do IR
Economia
Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços de combustíveis
Economia
Ministério de Minas e Energia refuta eficiência do horário de verão
Economia
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em abril e maio
Economia
Apostador de MS acerta na quina e leva R$ 47 mil; outras 56 acertaram a quadra
Economia
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em março
Economia
Mega-Sena sorteia hoje prêmio acumulado em R$ 21 milhões

Mais Lidas

Internacional
Mulher mata marido a machadadas após o flagrar estuprando sua filha de 5 anos
Vídeos
JD1TV: Corna vai tirar satisfação com amante do marido e 'pau come' solto
Polícia
Em uma noite, polícia atende três ocorrência envolvendo suicídio
Geral
JD1TV: Funcionário do Carrefour de Campo Grande é humilhado por gerente