Menu
Busca sexta, 01 de dezembro de 2023
(67) 99647-9098
Camera Zap Nov23
Polícia

JD1TV: Médico é preso após dirigir bêbado e causar acidente no Santa Fé

Conforme o apurado pela reportagem, o condutor já teria matado uma pessoa no trânsito por dirigir embriagado em 2017

08 junho 2023 - 10h07Brenda Assis

O médico, de um hospital particular de Campo Grande, foi preso ao ser flagrado dirigindo embriagado e causar um acidente de trânsito durante a noite de quarta-feira (7), no cruzamento das ruas Doutor Paulo Machado e Arquiteto Rubens Gil de Camilo, região do bairro Santa Fé, na Capital. Por sorte, ninguém ficou gravemente ferido.

De acordo com o boletim de ocorrência, o autor de 29 anos, estava em uma caminhonete Amarok, seguindo sentido norte/sul pela Rua Doutor Paulo Machado, quando atingiu a lateral esquerda de um Toyota Corolla no cruzamento.

A motorista do Corolla, de 28 anos, teve uma possível fratura no quadril, sendo socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a Santa Casa.  O veículo em que estava foi liberado para seu marido, que compareceu ao local após saber do acidente.

Durante o atendimento da ocorrência, os policiais do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar notaram que o médico apresentava visíveis sinais de embriaguez, sendo: olhos vermelhos e odor etílico. Foi solicitado que ele fizesse o teste do bafômetro, porém o mesmo recusou, sendo preso em flagrante diante da constatação de embriaguez.

A caminhonete foi recolhida ao pátio do Detran. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol, como praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substancia psicoativa que determine dependência.

Assista:

 

Histórico negativo - No ano de 2017, o médico teria se envolvido em um acidente parecido enquanto ainda era estudante de medicina. Na ocasião, a advogada Carolina Albuquerque Machado faleceu durante a colisão na Avenida Afonso Pena.

No laudo pericial da época, foi apontado que ele estava em alta velocidade, a cerca de 115 km/h. De acordo com a Polícia Militar, ele fugiu do local logo após o acidente e testemunhas relataram que ele estava embriagado.

Por conta do impacto, o Fox em que Carolina estava com o filho, de apenas 3 anos, foi arremessado por cerca de 110 metros. O menino não sofreu ferimentos graves.

Após bater no carro da advogada, o médico fugiu do local para que não fosse autuado em flagrante. Por conta do acidente, o condutor chegou a ser condenado a 2 anos e 7 meses de prisão.

Asilo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Bandidos mortos pela PM são identificados e tinham extensa ficha criminal
Polícia
Homem vai comprar doce com o filho no colo e é baleado por engano em Corumbá
Polícia
Mulher mentiu sobre sequestro e importunação sexual em Campo Grande
Polícia
Motorista de caminhão foge após colisão com caminhonete em Aparecida do Taboado
Polícia
Segundo baleado pela PM durante confronto em 'boca de fumo' morre no hospital
Polícia
'Buguinho' é assassinado com facadas no umbigo em Guia Lopes da Laguna
Polícia
AGORA: Um morre e outro fica gravemente ferido durante troca de tiros com a PM
Polícia
Suspeito tenta furtar ar condicionado de loja, mas é preso pela GCM na Capital
Polícia
Jovem morre eletrocutado enquanto limpava o quintal de casa em Dourados
Polícia
Rapaz é esfaqueado no tórax após se desentender com amigo no Jardim Imá

Mais Lidas

Geral
Fiel denuncia casos de abuso sexual e omissão dentro da El Shaddai
Polícia
JD1TV AGORA: Ladrões armados roubam joalheria dentro do Shopping Norte Sul
Polícia
Vídeo - Após ser traído, homem se joga em carro em chamas
Geral
Jota Abussafi permanece internado na Capital sem previsão de alta