Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
TJMS agosto/20
Política

Deputados se manifestam sobre conflito entre fazendeiros e indígenas

Os parlamentares usaram a tribuna da Assembleia Legislativa para comentar sobre a situação

28 agosto 2018 - 16h19Da redação com informações da Assembleia Legislativa MS

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul usaram a tribuna da Assembleia Legislativa para se manifestaram a respeito do conflito entre os índios da etnia guarani-kaiowá e fazendeiros que vem acontecendo na fazenda Santa Maria, em Caarapó. Parlamentares se pronunciaram nesta terça-feira (28). 

 “Não quero entrar no mérito da questão, de quem está certo ou errado, o que quero enfatizar aqui é quando temos crianças, idosos e pessoas vulneráveis, não cabe qualquer ato de truculência”, afirmou o deputado Pedro Kemp (PT).

O petista ainda disse que os indígenas e produtores precisam ter os devidos direitos assegurados e que, em se tratando de decisão judicial, a desocupação da área deveria ter sido feita de forma negociada.

 “O que chegou até nós é que houve uma verdadeira operação de guerra, com helicóptero, bombas de gás lacrimogêneo, enfim, é desnecessário. O governo precisa cumprir o seu papel de intermediar as soluções e resolver conflitos de forma pacífica”, destacou Kemp.

Para os deputados Barbosinha (DEM), Zé Teixeira (DEM) e Cabo Almi (PT), nada justifica possíveis agressões, contudo, cabe às forças policiais restabelecerem a ordem. “O que não podemos é permitir o estado de caos”, disse Barbosinha.

 “Quando há agressão, a Justiça do estado precisa intervir e cumprir a lei”, afirmou o parlamentar Zé Teixeira. “Se não houver resistência, não tem porque ter truculência”, analisou Almi.

Conforme os deputados, Professor Rinaldo (PSDB) e Mara Caseiro (PSDB), os índios e produtores são igualmente vítimas.  “De um lado, temos aqueles que adquiriram as terras de boa fé e, do outro, os indígenas. É um impasse histórico que precisa ter fim”, disse Rinaldo.

 “Se houve uma decisão judicial, deve ser cumprida, mas truculência, jamais. Índios e produtores são vítimas de todo um sistema”, complementou Mara.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Vereadores aprovam criação do Mapa da Violência na capital
Política
Assembleia reconhece calamidade pública em Dois Irmãos do Buriti
Política
Bico seco: “Vai aliviar o fígado”, brinca Marquinhos
Política
Prefeitura republica decreto e antecipa “bico seco” para amanhã
Política
Decretado: “bico seco” começa a valer a partir de quinta na capital
Política
Marquinhos sanciona Lei que define serviços como atividades essenciais
Política
Capital: Câmara aprova prorrogação do Refis para setembro
Política
Assembleia aprova adicional a contratados do Sistema Penitenciário
Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública

Mais Lidas

Polícia
Mistério! Empresário desaparece “só com a roupa do corpo” na capital
Geral
Vídeo - Nua, mulher aparece em câmera de vereador durante sessão
Polícia
Corpo de homem é encontrado morto em praça pública
Geral
Vídeo: mulheres têm pernas dilaceradas em acidente com ônibus