Menu
Menu
Busca terça, 23 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Política

JD1TV: Soraya critica o 'PL do Aborto' e encenação de feto sendo abortado no Senado

Discurso da senadora chamou atenção por suas duras falas e reprovação aos parlamentares que se posicionaram à favor do texto

21 junho 2024 - 16h27Pedro Molina

A senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS) criticou, durante sessão do Senado na última terça-feira (18), o Projeto de Lei (PL) 1904/2024, conhecido como ‘PL do Aborto’ e ‘PL da Gravidez Infantil’, e a dramatização de um feto sendo abortado, realizada durante discussão da assistolia fetal, no dia anterior.

O discurso da sul-mato-grossense chamou atenção em nível nacional por suas duras falas, criticando a encenação e a finalidade do texto, que equipara o aborto realizado após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio, com pena de até 20 anos.

“Eu queria até o telefone, o contato, daquela senhora que esteve aqui ontem, encenando aquilo que nós vimos, sabe por quê? Porque eu quero ver ela encenando a filha, a neta, a mãe, a avó, a esposa de um parlamentar sendo estuprada. Eu quero que ela faça a encenação do estupro agora […] Se encenaram um homicídio aqui ontem, que encenem o estupro”, disse Soraya.

Durante a fala, a senadora questionou se os parlamentares que são a favor do PL seguiriam o texto ‘à risca’ em casos de familiares serem vítimas de um estupro que resulta em gravidez.

“Pergunto para vocês: se é a filha de um parlamentar aqui, com 10 anos, com 11, com 18, com 20, que é estuprada, esse parlamentar, diante de um flagrante delito, é obrigado a denunciar. Ele vai fazer o quê? Vai denunciar a filha para 20 anos de cadeia? E se a mulher de um parlamentar for estuprada e engravidar? Se esta mulher engravidar, então este parlamentar vai fazer o quê?”, questionou.

Soraya afirmou que a discussão “é mais uma vez algo que nos choca”, e apontou que nenhum dos parlamentarem questiona a realização de vasectomias gratuitas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “O SUS banca a vasectomia para quem quiser fazer, ninguém delibera sobre o corpo dos homens”.

A sul-mato-grossense reafirmou que ela e o Estado brasileiro são contra o aborto, mas que defende o procedimento nos casos já previstos na legislação atual: quando existe risco de morte à gestante, em que a gravidez ocorre em decorrência de estupro, e em caso de anencefalia do feto - todos esses que se tornariam ilegais após as 20 semanas de gestação, caso o PL seja aprovado.

“É chocante o que querem deliberar sobre o sentimento, sobre a fé de cada uma de nós brasileiras”.

Confira a fala de Soraya:

 

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Coronel David quer acordo para fim dos conflitos e invasões de terra em MS
Política
Coronel David quer acordo para fim dos conflitos e invasões de terra em MS
Foto: Divulgação
Política
Gerson diz que eleição não afetará calendário da Assembleia Legislativa
Urna eletrônica
Política
Eleições 2024: Entenda o processo de escolha e registro de candidatos
Candidatos e partidos devem declarar recursos de campanha em até 72 horas, diz TSE
Justiça
Candidatos e partidos devem declarar recursos de campanha em até 72 horas, diz TSE
Adriane Lopes e Tereza Cristina durante lançamento de pré-candidatura
Política
"Não tenho medo dos poderosos", diz Adriane no lançamento da pré-candidatura
Deputado Coronel David (PL)
Política
Coronel David enfatiza importância da utilização do Cadastro de Pedófilos de MS
Depac Cepol, em Campo Grande, onde o caso foi registrado
Política
Rapaz é esfaqueado ao negar R$ 20 para dupla em moto no Tiradentes
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA
Justiça
TRE-MS moderniza processos eleitorais com ferramenta de IA
Foto: Reprodução/JD1
Política
Delcídio lança hoje pré-candidatura à Prefeitura de Corumbá
Paulo Corrêa e presidente Gerson Claro durante vistoria às obras do refeitório
Política
1ª Secretaria da Alems encerra semestre com obras de infraestrutura em andamento

Mais Lidas

Sala de atendimento da DEPCA
Polícia
Adolescente é esfaqueado pela mãe e fica com as vísceras expostas na Capital
Kauã morreu horas após dar entrada no hospital
Polícia
Adolescente esfaqueado pela própria mãe morre em hospital de Campo Grande
Aeroportos, como o de Madri, na Espanha, foram os locais mais afetados com o apagão
Geral
Apagão cibernético 'para o mundo' e deixa bancos, aeroportos e serviços inoperantes
Joe Biden
Internacional
Joe Biden desiste da campanha à reeleição