Menu
Busca segunda, 17 de janeiro de 2022
(67) 99647-9098
Brasil

A partir de segunda, Brasil não aceitará viajantes de seis países da África

Segundo Ciro Nogueira, fronteira estará fechada para pessoas vindas da África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue

27 novembro 2021 - 07h35Sarah Chaves, com informações do G1 e UOL

Após recomendação da Anvisa, o  ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira informou na sexta-feira (26), que o Brasil vai fechar as fronteiras aéreas para passageiros vindos de seis países do Sul da África a partir da próxima segunda-feira (29).

A decisão é motivada pela descoberta de uma nova "variante de preocupação" do coronavírus, chamada de ômicron. A informação foi divulgada em uma rede social, e a portaria deve ser publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" neste sábado (27).

A restrição valerá para passageiros vindos de África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. De acordo com Ciro Nogueira, a decisão foi tomada em conjunto pela Casa Civil e pelos ministérios de Infraestrutura, Saúde e Justiça e Segurança Pública.

Ainda ontem o presidente Jair Bolsonaro tinha se posicionado contra a medida de restringir a entrada de passageiros em aeroportos. “Que loucura é essa? Quer dizer, fechou aeroporto, vírus não entra? Ah, pelo amor... Já tá aqui dentro, pô", respondeu Bolsonaro a um apoiador que falou em fechar aeroportos e banir voos vindos da Europa.

"O Brasil fechará as fronteiras aéreas para seis países da África em virtude da nova variante do coronavírus. Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia naquele país. Portaria será publicada amanhã e deverá vigorar a partir de segunda-feira", disse Nogueira em rede social.

Ao redor do mundo, Os Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Reino Unido também  proibiram a entrada de viajantes oriundos do sul da África sendo que o Reino Unido também restringiu viagens com o destino ao continente.

Variante ômicron

A variante ômicron, preocupa pois tem 50 mutações — algo nunca visto antes —, sendo mais de 30 na proteína S (spike) – a "chave" que o vírus usa para entrar nas células e que é o alvo da maioria das vacinas contra a Covid-19.

O virologista Tulio de Oliveira, diretor do Centro para Resposta Epidêmica e Inovação na África do Sul, que anunciou a descoberta da nova variante na quinta-feira (25), afirma que a variante ômicron carrega uma "constelação incomum de mutações" e é "muito diferente" de outros tipos que já circularam

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Combustíveis registram aumento antes do impacto do reajuste da Petrobras
Brasil
Pergunta mais frequente dos brasileiros no Google é 'Pode beber depois da vacina?'
Brasil
Assalto provoca gritaria e pânico em shopping; assista
Brasil
Após casos de covid-19, Observatório Nacional suspende atividades
Brasil
Indígena de 8 anos é a 1ª criança vacinada contra a covid-19 no país
Brasil
Polícia salva cadela que estava quase morrendo dentro de carro de luxo fechado
Brasil
Presidente da Caixa anuncia inclusão de novas famílias no Auxílio Brasil
Brasil
Menino de 2 anos morre engasgado com tampa de garrafa pet
Brasil
JD1TV: Desmoronamento de morro destrói casarão em Ouro Preto
Brasil
Covid: entenda o direito do consumidor que teve voo cancelado

Mais Lidas

Geral
Procura por Tânia entra no oitavo dia; militares seguem sem encontrar pistas da idosa
Polícia
Corpo de idosa é encontrado nua e com ferimentos na cabeça próximo a cemitério
Polícia
Motociclista morre após bater na traseira de caminhão parado na Vila Popular
Polícia
Idosa morre após ser arremessada de carro em acidente na BR-060