Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Economia

Empresários lançam movimento para fortalecer economia em MS

Inciativa denominada “É daqui, É da gente”, pretende convocar negócios locais e gerar valor ao que é produzido no estado

20 maio 2020 - 16h37Flávio Veras

Um grupo de empresários lançou nesta quarta-feira (20) o movimento “É daqui, É da gente” para fomentar a economia em Mato Grosso do Sul, durante as crises epidemiológica e financeira provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19). Segundo os idealizadores, o objetivo é emponderar empresas locais por meio da força coletiva e ajudar o estado no processo de retomada econômica.

Ainda conforme o movimento, ele atua em duas frentes. Uma delas é convocando os negócios locais para se unirem e assim terem mais expressão e alcance. Enquanto a outra, atua nos consumidores, incentivando o sentimento de pertencimento entre eles e os negócios locais.

Para participar, os interessados terão que gravar um vídeo contanto a história da empresa. A inciativa disponibilizará, para cada um, selos do programa personalizados com um QR Code, que dá acesso ao material.

Esses selos são enviados em vários formatos para que sejam utilizados em vitrines, fachadas, embalagens, produtos e nas plataformas digitais. Desta maneira o consumidor identifica o negócio que faz parte o projeto e pode conhecer sua história.

A idealizadora da iniciativa, a empresária Adriany Bueno, explicou que o “É Daqui É da Gente” reflete a importância de valorizar o que é local, não apenas por consumidores individuais, mais pelas próprias empresas que, muitas vezes buscam fornecedores fora do estado e até do Brasil. “Essa era uma realidade minha também, mas depois que essa ideia surgiu todos nossos serviços estão sendo desenvolvidos por fornecedores locais e queremos estender essa consciência o máximo possível. Mais do que nunca vamos precisar nos unir para voltar a crescer e produzir", projetou.

Como participar

Todas as empresas de Mato Grosso do Sul podem participar, sejam prestadoras de serviços ou vendedoras de produtos, focadas no consumidor final ou na venda para outros negócios. O mecanismo de funcionamento é o seguinte: os interessados fazem o cadastro pelo site do movimento e já recebem um selo do programa para inserir em suas plataformas digitais o que vai identificá-las como participantes do projeto.

O segundo passo, é conquistar o QR Code da história no seu negócio. Feito isso, ele ganha os selos personalizado que podem ser usados em fachadas, embalagens, produtos e nas plataformas digitais.

Próximas etapas

O movimento, que acabou se sair do papel, terá outras etapas. Ações com os consumidores já estão previstas para as próximas semanas, bem como a função de busca por empresas que queiram aderir ao projeto.

Serviço: Todas as dúvidas sobre o "É Daqui É Da Gente" podem ser encaminhadas por meio do site ou pelas páginas no Facebook e Instagram do projeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Câmara aprova Refis com 100% de desconto em juros e multas
Economia
Caixa paga segunda parcela de auxílio emergencial nesta terça
Economia
Prefeitura da capital abre inscrições para feira online de artesanatos
Economia
Ao Vivo - Prefeitura apresenta balanço das finanças deste ano
Economia
33% dos negócios comandados por mulheres faliram durante pandemia
Educação
MEC adia prazo de inscrição do Enem para 23h59 de quarta-feira, 27 de maio
Economia
Itaú aprovou mais de R$ 5 bi em empréstimos novos para 300 mil clientes
Economia
Guedes estuda nova versão da Carteira Verde Amarela para retomar empregos
Economia
Governo avalia prorrogar auxílio emergencial
Economia
China é o destino de 79% da produção de soja exportada pelo MS

Mais Lidas

Política
Prefeitos querem adiar eleições municipais para 2022
Geral
Ipê é oficialmente árvore símbolo do Estado
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Política
"Fui gado, comi capim", diz deputado ex-bolsonarista