Menu
Busca terça, 07 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Economia

Pesquisa divulga intenção de compras para o Dia das Crianças

01 outubro 2012 - 10h54Reprodução

Pesquisa aponta a intenção de compra do consumidor campo-grandense na data comemorativa do Dia das Crianças. As entrevistas foram realizadas na primeira quinzena de setembro com 400 pessoas. A iniciativa tem o intuito de avaliar o perfil e potencial de compra do campo-grandense em datas comemorativas.

A pesquisa desenvolvida pelo curso de Administração da UCDB considerou, para aplicação, locais de maior circulação dos consumidores, tanto na região central da cidade, como shopping center e bairros. A apresentação dos resultados é dividida em aspectos sociais e demográficos (onde se apresentam a caracterização dos consumidores quanto a sexo, renda, idade), atuação profissional e intenção de compra.

No resultado da pesquisa foi identificado que a maior parte dos entrevistados é do sexo feminino 63%, na faixa etária de 21 a 25 anos (31%), com grau de escolaridade predominante de ensino superior incompleto (27%) e público possui renda mensal que varia entre R$ 546,00 e R$ 1.090,00, ou seja, de um a dois salários mínimos (18%).

A maior parte dos entrevistados (83%) disse que tem intenção de presentear o filho ou um parente criança na data comemorativa, enquanto 14% informaram que não irão comprar e 2,19% ainda não decidiram. Cerca de 15% disseram que não pretendem comprar presentes, para esta data, principalmente por não possuir filhos.

Em comparação com a pergunta feita no perfil do entrevistado onde os consumidores que não tem filhos (35% do total), os pesquisadores afirmam que, de forma dedutiva, ainda assim mais de 25% dos que não têm filhos irão comprar presentes neste Dia das Crianças. Isso porque, depois dos filhos, os principais entes a serem presenteados são sobrinhos e afilhados.

A maioria dos compradores entrevistados irá presentear com brinquedos, sendo 60%, em segundo lugar ficaram os itens de vestuário representando apenas 15% dos entrevistados, seguido por roupa 15,18%, eletrônico (5,94%) e calçado (5.61%).

A forma de pagamento pelo item a ser comprado é dinheiro (50%), pelo fato dos clientes preferirem negociar descontos nesta condição, além de utilizar também nas compras o cartão de crédito (25%).

Veja aqui a pesquisa completa.

Via CG Notícias

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
230 mil empresários receberam indevidamente o auxílio de R$600, aponta TCU
Economia
Junho tem o maior volume de vendas do ano, diz Receita Federal
Economia
BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas
Economia
Fiems e Banco do Brasil anunciam linha de crédito emergencial para empresários
Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Economia
Produção de petróleo em maio caiu devido pandemia
Economia
AO VIVO - Entidades orientam empresário a obter empréstimos de emergência
Economia
Crédito emergencial para empresas será anunciado nesta quarta
Economia
Ações de cobrança são prorrogadas até 31 de julho pela Receita
Economia
Hoje tem pagamento do auxílio emergencial; veja se você recebe

Mais Lidas

Entrevista
JD1 fala com especialista em fake news nesta terça
Geral
Vídeo - Blogueira acusa ex, famoso na capital, de calote e de ter sido abusivo
Justiça
Estácio pagará R$ 194 mil por contratos abusivos e cobranças indevidas
Economia
230 mil empresários receberam indevidamente o auxílio de R$600, aponta TCU