Menu
Menu
Busca terça, 18 de junho de 2024
Governo - Vazio sanitario Jun24
Geral

Longen diz que aumento da carga tributária coloca competitividade "em jogo"

O presidente da Fiems orientou os empresários a se adaptarem à nova realidade, pois as perdas da indústria brasileira estão estimadas em R$ 29,2 bilhões ainda neste ano

11 junho 2024 - 10h51Sarah Chaves

Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da rádio Capital FM 95, na segunda-feira (10), o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, falou sobre a Medida Provisória 1227, que trata da restrição à compensação de créditos tributários.  

Na visão do presidente da Fiems, é preocupante o fato de o governo federal elevar a carga de impostos sobre o setor produtivo como forma de gerar receita.

“Estamos nos ajustando com a reforma tributária aprovada pelo Congresso Nacional. Temos feito reuniões técnicas com a equipe da secretaria de Fazenda para discutir a competitividade dos setores industrial e comercial em nível estadual. De repente, o governo federal começa a cobrar mais impostos da sociedade. O imposto acaba indo para o produto, mas o governo não está preocupado com isso. Estamos reclamando porque não é simplesmente repassar o imposto. É a competitividade dos nossos produtos que está em jogo”, afirmou.

Ao citar ações recentes adotadas pelo governo federal, como a tentativa de reonerar a folha de pagamento e a edição de medida provisória que mexe na compensação do PIS/Cofins, Longen questionou o controle dos gastos públicos.

“O gasto público vem tomando proporções inaceitáveis no Brasil. O caso da desoneração da folha de pagamento foi um absurdo. O governo não tinha essa receita no planejamento econômico, e de repente vai lá e aprova. Aí a classe política analisou e votou. O governo foi derrotado na sua proposta e recorreu ao judiciário. Agora ele manda outro imposto, por meio da MP 1227. O ministro Fernando Haddad está fazendo a parte dele, que é buscar recursos para o equilíbrio fiscal, mas o governo federal não tem feito a sua parte, que é a redução das despesas públicas, e isso é muito preocupante”, declarou.

Longen orientou os empresários a se adaptarem à nova realidade e pediu o apoio dos parlamentares sul-mato-grossenses no Congresso Nacional.

“A reforma tributária foi aprovada, falta ser regulamentada. Precisamos fazer ajustes de operação e nos adaptar a ela. Não adianta ficar revoltado, não vai resolver. O Congresso Nacional já aprovou e o presidente sancionou. Estamos contando os prazos para o início da mudança. Temos que nos adaptar, chega de choro. O que não podemos aceitar calados é ver o governo federal, no meio do jogo, avançar de forma desonesta, jogando impostos dessa natureza para a produção, matando setores. Dependemos dos nossos parlamentares para assumir o compromisso com o nosso Estado”, disse.

Conforme um texto publicado pela Fiems, as medidas que vêm sendo tomadas, "além de não trazerem o equilíbrio fiscal, fazem a indústria brasileira perder ainda mais competitividade"

"Apenas nessa última ação, a MP 1227, as perdas da indústria brasileira estão estimadas em R$ 29,2 bilhões ainda neste ano. Quando falamos de Mato Grosso do Sul, com essas medidas, a previsão é de que a indústria perca 25% de sua competitividade, comprometendo seriamente os investimentos previstos para o Estado. O que isso significa na prática? Um efeito direto no consumo das famílias, com preços mais caros dos produtos e o fantasma da inflação rondando a vida de toda sociedade novamente. Quem sente diretamente esses aumentos de impostos absurdos, é, sem dúvida alguma, a população.  O que mais preocupa é que hoje Mato Grosso do Sul está nos seus melhores momentos de desenvolvimento e atração de investimentos. Com as medidas do governo federal, agora tudo vira risco. Investimentos bilionários ficam comprometidos e o que poderia ser um sonho está virando pesadelo. Diante disso, a Fiems apela ao Congresso Nacional, em especial aos parlamentares de Mato Grosso do Sul, os senadores Nelsinho Trad, Soraya Thronicke e Tereza Cristina, além dos nossos deputados federais Beto Pereira, Camila Jara, Dagoberto Nogueira, Luiz Ovando, Geraldo Resende, Marcos Pollon, Rodolfo Nogueira e Vander Loubet, para que não sejam coniventes com essa política suicida que está sendo montada pelo governo federal tendo como alvo as empresas brasileiras".

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Parentes do Bilu? Objeto misterioso aparece em parque em Las Vegas
Geral
Parentes do Bilu? Objeto misterioso aparece em parque em Las Vegas
Grupo inicia operações preventivas e de salvamento de animais no Pantanal
Geral
Grupo inicia operações preventivas e de salvamento de animais no Pantanal
Oi S/A -
Justiça
Oi deve devolver R$ 20,7 milhões a consumidores por cobrança indevida de ICMS em MS
Ex-prefeito de Anastácio, Douglas Melo Figueiredo
Interior
Ex-prefeito de Anastácio recorre ao TJMS após bloqueio de R$ 639 mil pela Justiça
Menina fez o jogo e guardou o bilhete em casa
Geral
50 milhões! Criança acerta números da Mega-Sena, mas pais esquecem de pagar aposta
Flavio Kayatt -
Justiça
Juíza permite novas manifestações após 'apagar' sentença contra Kayatt
Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região -
Interior
Tribunal confirma justa causa de trabalhador acusado de furto de carne em MS
Apostadora fazendo jogo da Mega-Sena
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio acumulado de R$ 53 milhões nesta terça
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Mesmo com liberação de juiz, defesa de Claudinho critica falta de acesso à delação
Gabriela estava presa preventivamente
Justiça
Jovem que matou cunhado com facada em Campo Grande é solta

Mais Lidas

Inverno 2024
Clima
Inverno começa nesta semana e deve ter temperaturas acima da média em 2024
Ex-prefeito de Anastácio, Douglas Melo Figueiredo
Justiça
Justiça atende MPMS e bloqueia R$ 639 mil do ex-prefeito de Anastácio
Passageira de carro que bateu em poste na Afonso Pena morre na Santa Casa
Polícia
Passageira de carro que bateu em poste na Afonso Pena morre na Santa Casa
Veículo ficou com a frente totalmente destruída
Cidade
JD1TV: Câmera registra momento em que carro se arrebenta em poste na Afonso Pena