Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Geral

Vídeo - "Ela é transtornada", diz missionária que agrediu sogra

Lucimara Pires diz que foi obrigada a responder e que não houve "agressão física"

21 janeiro 2020 - 08h40Sarah Chaves, com informações do Jornal da Nova

A missionária e cantora, Lucimara Pires,  34 anos, aparece em um vídeo que começou a circular no último sábado (18) supostamente agredindo sua sogra de 73 anos.

No vídeo a cantora fala que a sogra a agrediu primeiro e que está gravando para que as pessoas vejam o que acontece na casa. Lucimara entrou em contato com o Jornal da Nova no domingo (19), e negou que tenha agredido fisicamente a idosa.

Lucimara contou que a discussão ocorreu no dia 7 de janeiro, e segundo ela, foi xingada e agredida pela idosa, que chegou a lesionar sua boca e no momento em que estava se defendendo, o marido, que é filho da idosa , começou a filmar para mostrar aos irmãos e familiares que estava sofrendo com as atitudes da mãe.

"A mãe do meu esposo é muito transtornada, aparentando um descontrole anormal, me agrediu sem motivos, com muitos insultos. Fui obrigada a respondê-la, sem qualquer violência. Não houve nenhuma agressão física", disse.

Segundo a cantora, a idosa não tinha onde ficar, por isso estava em sua casa . “Ninguém da família quer ficar com ela então resolvemos ficar até que uma filha alugasse uma casa aqui em Nova Andradina, para morar com ela, mas desde que estava em nossa residência, foi uma tribulação, uma perturbação, cheguei a ligar no Corpo de Bombeiros e na Polícia Militar no dia 7, mas me disseram que não podiam fazer nada”, explica.

A missionária diz que vai prestar depoimento na Delegacia, "levar a verdade", provas e que tem apoio dos familiares, dizendo que não a agrediu e sim apenas se defendeu das agressões que há um mês vem sofrendo da idosa. “Hoje, vai ver a condição que ela está vivendo com um filho que é solteiro, em um sítio no assentamento na Casa Verde”, disse

Uma neta da idosa denunciou Lucimara na Polícia Civil, no domingo, por meio da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Nova Andradina. O caso segue sendo investigado.

Assista o vídeo do momento da discussão:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sem ar condicionado, aeroporto de Corumbá vira ''selva amazônica''
Geral
Detranzinho habilita estagiários para atendimentos em março
Geral
Prefeitura convoca aprovados em processo seletivo para merendeiro
Geral
“Queremos aumentar o consumo de álcool no MS”, afirma Reinaldo
Geral
Jovem sai de casa e não dá notícias desde sábado
Geral
Tombamento do Complexo dos Poderes será discutido em audiência
Geral
Erramos
Geral
Aeroporto atende sem cancelamentos e atrasos nesta manhã
Geral
Sem acertos, Mega-sena acumula para R$ 170 mi
Geral
Heineken faz recall de garrafas que podem soltar lascas de vidro

Mais Lidas

Educação
Segunda chamada do ProUni é divulgada nesta segunda-feira
Economia
Dólar alivia e apresenta queda singela na última semana
Entrevista
Ao vivo, Amarildo Cruz falará sobre Nota MS Premiada nesta terça
Cidade
Agetran alerta interdição na praça do Papa