Menu
Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Justiça

Homem é condenado a 1 ano e 6 meses de prisão por homicídio na Capital

Renan Lucas da Silva foi sentenciado após matar João José da Conceição com facadas; também deverá pagar indenização de R$ 5 mil à família da vítima

14 junho 2024 - 08h45Vinícius Santos

Renan Lucas da Silva, de 35 anos, foi condenado a um ano e seis meses de detenção por homicídio culposo após matar João José da Conceição com golpes de faca. O crime ocorreu em 10 de agosto de 2020, por volta das 23h50, na Rua Ana Batista Caminha, esquina com a Rua Sizuo Nakazato, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande.

A sentença foi proferida pelo juiz Aluizio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. Renan foi preso pelo crime em 30 de agosto de 2022, mas ganhou liberdade em 26 de setembro de 2022, respondendo pelo crime em liberdade.

Renan, através de seus advogados, requereu absolvição, alegando legítima defesa e falta de provas suficientes para sua condenação. Ele confessou ser o autor dos golpes, mas afirmou que agiu para se defender. Segundo seu depoimento, ao retornar para casa, viu João na esquina e mudou de lado na rua por não conhecê-lo. João teria ido em sua direção gritando e, ao colocar a mão na cintura, Renan o abraçou, caiu sobre ele, pegou a faca que caiu no chão e desferiu os golpes.

Na sentença, o juiz destacou que a absolvição não foi possível porque Renan "ultrapassou as cautelas necessárias" ao desferir quatro golpes, conforme o Laudo Necroscópico. Assim, foi condenado por homicídio culposo, devido ao excesso na legítima defesa.

Renan Lucas da Silva poderá recorrer em liberdade e cumprirá a pena em regime semiaberto. Além disso, foi fixada uma indenização mínima de R$ 5.000,00 aos familiares da vítima a título de dano moral.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Projeto - HMCG
Saúde
Juiz dá 72 horas para prefeitura se manifestar sobre ação que tenta 'barrar' hospital
Conselheiro Jerson Domingos -
Justiça
Ação penal da Operação Omertà contra Jerson Domingos vai ao STJ
Conciliação de precatórios do TJMS gera R$ 2,1 milhões em acordos
Justiça
Conciliação de precatórios do TJMS gera R$ 2,1 milhões em acordos
TJMS lança ferramenta on-line para evitar judicialização na saúde
Saúde
TJMS lança ferramenta on-line para evitar judicialização na saúde
Ex-guarda civil municipal Marcelo Rios -
Justiça
Marcelo Rios recorre ao TJMS para julgamento presencial no caso Playboy da Mansão
Execução em Campo Grande - Foto: Reprodução
Justiça
TJ nega recurso para anular investigação de dupla execução em Campo Grande
Vereador Chicão, do PSDB em Caarapó -
Justiça
Justiça eleitoral condena vereador por propaganda antecipada em MS
Desembargadores - Carlos Eduardo Contar e Sideni Soncini Pimentel
Justiça
Novo presidente e vice-presidente do TRE-MS são empossados
Justiça condena Consórcio Guaicurus a pagar R$ 10 mil à família de idosa que caiu em ônibus
Cidade
Justiça condena Consórcio Guaicurus a pagar R$ 10 mil à família de idosa que caiu em ônibus
Divulgação - TJMS
Justiça
Adolescentes em medida socioeducativa visitam Bioparque Pantanal

Mais Lidas

Casa da Mulher Brasileira, a Deam
Polícia
Miojinho? Homem surta após 'g0zAr rápido' durante swing com esposa e amigos no Colúmbia
Próximos dias serão quentes
Clima
Até logo, frio! Temperaturas voltam a subir e Capital deve registrar 30ºC esta semana
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Polícia
JD1TV: Motociclistas são socorrido em estado gravíssimo após acidente em Bandeirantes
Tempo amanheceu bem nublado e frio em Campo Grande
Clima
Frio continua pela manhã e máximas começam a subir em MS