Menu
Busca terça, 07 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Polícia

Homem morre após consumir grande quantidade de cocaína

O caso foi registrado como morte a esclarecer

16 março 2022 - 10h25Rosana Lemes
Sebrae Materia

Um homem de 30 anos morreu na tarde de ontem (15), na Santa Casa de Campo Grande por abuso de cocaína. Ele deu entrada no hospital de Cassilândia na última segunda-feira (14), mas precisou ser transferido para a capital com fortes dores abdominais.

Segundo o boletim de ocorrência, a mãe de Agenario Batista Carneiro Neto informou que o filho era usuário de entorpecentes a aproximadamente um ano e que a quatro dias antes do fato reclamou de dores na região abdominal.

Não se sabe se a droga foi usada via inalatória, injetável ou se a vítima ingeriu cápsulas. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Passageiros de ônibus são presos com mais de 20 kg de cocaína
Polícia
Rapaz é preso após quase atropelar policial durante abordagem em MS
Polícia
Idoso é preso após tentar matar o 'amigo' durante discussão em Ponta Porã
Polícia
Polícia fecha boca de fumo e prende quatro envolvidos no Parque Lageado
Polícia
JD1TV: Depoimento de motorista de aplicativo desmente relato da mãe de Sophia
Polícia
Pai de Sophia relatou maus-tratos um ano antes da morte, mas desistiu da denúncia
Polícia
Delegada revela que mãe e padrasto de Sophia planejaram mentir para a polícia
Polícia
Homem recebe facada na cabeça e quase é atropelado após briga no Noroeste
Polícia
Ladrões são presos após roubar carro e causar acidente na Gunter Hans
Cidade
Homem foge de hospital enquanto recebia atendimento na Capital

Mais Lidas

Geral
Melhores do ano CG: especialista alerta para golpe no Instagram
Polícia
JD1TV: Depoimento de motorista de aplicativo desmente relato da mãe de Sophia
Polícia
Polícia fecha boca de fumo e prende quatro envolvidos no Parque Lageado
Polícia
Delegada revela que mãe e padrasto de Sophia planejaram mentir para a polícia