Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99647-9098
tj ms topo
Política

Fábio critica corte de verbas na fronteira e cobra vinda de Moro a MS

O deputado lamentou também o atraso no cronograma do projeto do Sisfron

23 janeiro 2020 - 13h35Mauro Silva, com informações da assessoria

O deputado federal, Fábio Trad (PSD-MS), disse, durante entrevista ao Bom Dia MS, nesta quarta-feira (22), que o Mato Grosso do Sul precisa de uma visita urgente do ministro da Justiça, Sérgio Moro, além de retomada dos investimentos no Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron). Fatores que são importantes para combater os crimes de contrabando e narcotráfico, segundo o parlamentar.

O assunto veio a tona depois que 76 detentos fugiram da penitenciária de Pedro Juan, fronteira no Paraguai, fronteira com Ponta Porã, no último domingo (19). E, segundo o deputado, o fato expôs essa triste realidade e colocou o Estado nas páginas policiais do noticiário internacional. 

“A questão que se coloca é a necessidade da presença física do ministro Sérgio Moro para discutir com as autoridades estaduais um plano efetivo e emergencial para conter a criminalidade, que está crescendo nesta região”, disse.

Em relação ao Sisfron, em fase de instalação há 7 anos e com uma extensão de 650 quilômetros de fronteira, de Mundo Novo a Bela Vista, o deputado lamentou o atraso no cronograma do projeto por conta de cortes de verba.  De 2016 para 2017 o governo Michel Temer cortou pela metade o dinheiro injetado no Sisfron. O investimento passou de R$ 285,7 milhões para R$ 132,4 milhões.

“É preciso investir neste sistema, que é um bom projeto e não recebeu sequer 20% das verbas previstas inicialmente. Sem o recurso recursos para investir, evidentemente que não teremos condições operacionais de combater a criminalidade”.

Projetado para cobrir 16 mil quilômetros em toda a fronteira brasileira e dotado de equipes especiais, carros de combate, radares, antenas e centro de operações para gerenciamento de operações, o investimento total no Sisfron foi orçado em R$ 11,9 bilhões, com entrega até 2022 o que, por falta de dinheiro, só deve acontecer em 2035.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Salineiro chama Cid Gomes de louco e diz que atirador “agiu certo”
Política
Assembleia - Lídio Lopes continua no comando da CCJ
Política
General Braga Netto é empossado por Bolsonaro na Casa Civil
Política
Tereza Cristina debaterá regularização fundiária no Senado
Polícia
Morador de rua é encontrado morto com perfuração na axila na capital
Política
Vereadores decidem nesta terça sobre o hino nacional nas escolas
Política
Reinaldo assina carta onde governadores cobram de Bolsonaro “equilíbrio e sensatez”
Política
Bolsonaro anuncia mudanças na Casa Civil e no Ministério da Cidadania
Política
Nelsinho cobra lista dos maiores devedores da Previdência Social
Política
General Braga Netto é convidado por Bolsonaro para assumir Casa Civil

Mais Lidas

Cidade
Força tarefa minimiza estragos da chuva
Geral
Prefeito fica preso em elevador da prefeitura
Esportes
Nadador de MS disputa competição junto à seleção brasileira
Polícia
Funcionários da Receita encontram jibóia de 3 metros no posto fiscal