Menu
Busca domingo, 20 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
PMCG Balanço super banner
Política

Reinaldo terá maior tempo de TV

Propaganda eleitoral gratuita tem início no próximo dia 31 e será exibida durante 35 dias

11 agosto 2018 - 09h31Da redação, com informações assessoria TRE-MS

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS) só divulgará o tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão de cada coligação após todos os registros de candidaturas e coligações serem efetivados na Justiça Eleitoral. O prazo para o procedimento é até o dia 15. Porém, projeções realizadas com base no tamanho das bancadas na Câmara dos Deputados por analistas do banco BTG Pactual, a pedido da imprensa nacional, permitem ilustrar como deve ficar a distribuição de tempo. Os candidatos a governador terão 10 minutos em cada bloco – igual ao tempo dos concorrentes a deputado estadual, ao passo que os pleiteantes ao Senado partilharão 5 minutos. A propaganda eleitoral gratuita para governo do Estado, Senado e Assembleia Legislativa vai ao ar às segundas, quartas e sextas-feiras.

A coligação de Reinaldo Azambuja deve ter 4 minutos e 22 segundos aproximadamente, dos 10 minutos para propaganda ao governo. Isso é equivalente a 43,7% do tempo e se deve graças às bancadas do PSDB, PP, PSD, PSB, PTB e DEM, que estão entre as maiores da Câmara.

Os partidos PPS, Pros, SD, PMB, Patri, Avante, PSL e PMN também integram a chapa tucana e, embora juntos tenham peso considerável no tempo de rádio e TV, tal influência só aparece na propaganda proporcional.

Simone Tebet (MDB) terá o segundo maior tempo, com 26,4% do tempo diário ou por volta de 2min38s. Além do MDB, segunda maior bancada da Câmara, ajudaram na formação do tempo o PR, sétima bancada do parlamento, e o PSC (13ª). PTC, PHS, PRTB, DC e PRP completam a chapa.

Em 2014, o PT elegeu a maior bancada da Câmara dos Deputados, sendo assim o partido com maior tempo proporcional na propaganda eleitoral gratuita. Em Mato Grosso do Sul, o partido disputará a eleição em chapa pura, tendo direito a 1min23 do tempo de rádio e TV para a campanha ao governo de Humberto Amaducci.

Os petistas terão alguns segundos a mais que Odilon de Oliveira (PDT), cuja distribuição de tempo nesses critérios lhe direciona cerca de um minuto por bloco. PRB e PDT, com bancadas equivalentes, foram os principais contribuintes no tempo da chapa (que ainda tem o Podemos).

Marcelo Bluma terá aproximadamente 27 segundos de tempo de rádio e TV com a coligação entre PV, Rede e PCdoB. O tempo é superior apenas ao do Psol, que, pelas regras, terá cerca de 7 segundos para que o advogado João Alfredo exponha suas ideias.

Metodologia

Há dois critérios para definir o tempo de cada partido: 10% é partilhado igualmente entre todas as agremiações que disputam as eleições; ao passo que os 90% restantes são partilhados conforme o resultado da eleição anterior para a Câmara Federal.

Este tempo também é dividido de formas diferentes em relação ao cargo em disputa. Nas eleições para a Presidência da República, governos estaduais e Senado, ele é rateado a partir da soma do número de representantes dos seis maiores partidos políticos da coligação. Nas proporcionais, é a soma de todos os partidos da chapa.

A propaganda eleitoral gratuita ocupará dois blocos diários nas grades de programação, totalizando 25 minutos, além de 70 minutos diários diluídos na programação, das 5h às 0h, em blocos de 30 a 60 segundos, “a critério do respectivo partido político ou coligação”.

Este ano ela será mais curta, com início em 31 de agosto e término em 4 de outubro.

Horários

Nos blocos, a propaganda para governador vai ao ar às segundas, quartas e sextas-feiras, das 6h16 às 6h25 e das 11h16 às 11h25 no rádio; e das 12h16 às 12h25 e das 19h46 às 19h55 na TV.

Nos mesmos dias, a propaganda para senador abre o horário eleitoral (ds 6h às 6h07 e das 11h às 11h07 no rádio; e das 12h às 12h07 e das 19h30 às 19h37 na televisão), com as campanhas dos candidatos a deputado estadual na sequências (6h07 às 6h16 e 11h07 a 11h16 no rádio; 12h07 às 12h16 e das 19h37 às 19h46 na TV).

Presidenciáveis

 O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, terá direito a mais tempo de TV que os outros cinco rivais somados (Lula, Henrique Meirelles, Alvaro Dias, Ciro Gomes e Marina Silva).
Ao todo, Alckmin terá direito a 6 minutos e 3 segundos de tempo de TV em cada bloco de propaganda, cujo tempo total é de 12 minutos e 30 segundos.

Juntos, Lula (PT), Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) terão direito a 5 minutos e 7 segundos.

Lula, com a coligação PT, PCdoB, PROS e PCO, terá direito a 2 minutos e 7 segundos. Henrique Meirelles (MDB, PHS) ficará com aproximadamente 1 minuto e 38 segundos.

Alvaro Dias com o Podemos, PSC, PRP e PTC e Ciro Gomes com o PDT e Avante terão 33 segundos cada. E Marina Silva (Rede, PV) terá 16 segundos.

A campanha presidencial vai ao ar às terças, quintas e sábados, das 6h às 6h12min30 e das 11h às 11h12m30 no rádio; e das 12h às 12h12m30 e das 19h30 às 19h42h30 na televisão; sendo sucedida pela propaganda dos candidatos a deputado federal (6h12m30 às 6h25 e 11h12m30 às 11h25 no rádio e 12h12min30 às 12h25 e das 19h42m30 às 19h55 na TV).

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Ademar Capuci entra na disputa para prefeito de Nova Andradina
Política
Reforma da Previdência chega ao Congresso em fevereiro
Política
No Twitter Bolsonaro comenta empréstimos do BNDES
Política
Governo prorroga "Operação Acolhida" a venezuelanos
Política
Vídeo – Veja os parlamentares brasileiros em hotel na China
Política
Gisele Bündchen envia carta após receber críticas de Tereza Cristina
Política
Movimento Direita de SP emite nota de repúdio aos parlamentares do PSL
Política
Bolsonaro critica viagem à China com Soraya e Trutis
Política
“Caipiras e idiotas”, diz Soraya sobre críticas da viagem à China
Política
Em vídeo, Olavo de Carvalho, cita Soraya e Tio Trutis em lista de “semi analfabetos", e ataca viagem à China

Mais Lidas

Geral
Idoso atira na esposa e morre no Inferninho
Clima
Temperaturas devem cair no fim de semana em todo o MS
Polícia
Ao tentar furtar carro, homem é linchado e amarrado por moradores
Geral
Estudante de medicina morre após parada cardiorrespiratória