Menu
Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Política

Google proíbe publicidade política para eleições 2024

Prevista para entrar em vigor em maio, nova regra foi tomada devido à resolução do TSE sobre publicidade de candidatos e partidos na corrida eleitoral municipal

24 abril 2024 - 16h54Gabrielly Gonzalez

O Google informou nesta quarta-feira (24) que, a partir de maio, vai proibir a veiculação de anúncios políticos para as eleições municipais deste ano em suas plataformas. A decisão foi tomada devido à nova resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre publicidade de candidatos e partidos, considerada muito abrangente pela empresa.

A mudança será feita nas regras de conteúdo político do Google Ads, ferramenta em que anunciantes podem pagar para impulsionar conteúdos em serviços da empresa, como a Busca e o YouTube.

Na avaliação do Google, há uma dificuldade técnica para cumprir o que a resolução do TSE, publicada em fevereiro deste ano, determina sobre obrigações de plataformas que realizam o impulsionamento de conteúdo eleitoral.

A resolução do TSE prevê, entre outros pontos, que a empresa que oferecer esse tipo de serviço deve:

Manter repositório que permita acompanhar em tempo real informações de anúncios, como conteúdo, valor pago, anunciante e público-alvo do anúncio;

Disponibilizar ferramenta de pesquisa para a consulta de anúncios por palavras-chave, termos de interesse e nomes de anunciantes, além de coletar dados sobre os anúncios de forma automatizada (por meio de uma interface dedicada, também conhecida como API).

Essas obrigações se referem ao impulsionamento de conteúdo político-eleitoral, isto é, o que trata de "eleições, partidos políticos, federações e coligações, cargos eletivos, pessoas detentoras de cargos eletivos, pessoas candidatas, propostas de governo, projetos de lei, exercício do direito ao voto e de outros direitos políticos ou matérias relacionadas ao processo eleitoral".

A avaliação do Google é de que a definição do TSE sobre conteúdo político é muito ampla e que o cumprimento dessa determinação seria praticamente inviável, podendo resultar em multas para a empresa.

A companhia vai manter no ar o arquivo de anúncios eleitorais que foram veiculados em seus serviços, mas, devido à proibição para esse tipo de conteúdo, a ferramenta deixará de ser atualizada.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Senado aprova o Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas
Política
Senado aprova o Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas
Ex-presidente Jair Bolsonaro com o ex-ministro general Walter Braga Netto
Política
Bolsonaro e Braga Netto tentam reverter inelegibilidade
Vereador Betinho (Republicanos), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento
Política
Após acordo com a Prefeitura, prazo de entrega das emendas impositivas vai até junho
Sessão da Câmara Municipal de Campo Grande
Política
19 de maio: vereadores aprovam o Dia do Defensor Público em 2ª discussão
Deputados da ALEMS analisam as matérias em tramitação na Casa de Leis durante a Ordem do Dia
Política
Deputados aprovam e revisão salarial dos servidores estaduais segue à sanção
Vereador Lívio Leite
Política
Dr. Lívio é empossado como vereador em meio a disputa na Justiça
Plenário Oliva Enciso
Política
Vereadores decidem sobre datas comemorativas na sessão desta terça-feira
Plenário Deputado Júlio Maia
Política
Deputados devem votar PL de reajuste dos servidores e Novo Morar Legal nesta terça-feira
Deputada Federal
Política
TRE-MS 'barra' recurso contra absolvição de Camila Jara
Riedel destaca saldo positivo do MS Day em Nova York
Política
Riedel destaca saldo positivo do MS Day em Nova York

Mais Lidas

Francisco Jr. foi socorrido em estado grave e levado para uma unidade de saúde
Polícia
JD1TV: Moto de influenciador da Capital explode em acidente na BR-060, em Sidrolândia
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Vereador Lívio Leite
Justiça
Vaga de Claudinho Serra na Câmara será de Dr. Lívio
Ele teria convivido normalmente com os corpos durante o final de semana, até ligar para a Polícia Militar e contar sobre o crime
Polícia
Com raiva após ficar sem o celular, adolescente mata pai, mãe e irmã em SP