Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Política

Secretário de Habitação de MS fala sobre o PAC 2 e Minha Casa Minha Vida em Bienal em SP

29 novembro 2011 - 09h29Clovis Deangelo

O secretário de Habitação e das Cidades, Carlos Marun, participou na última sexta-feira (25) como palestrante na 9ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. O tema da palestra era "Programa de Aceleração do Crescimento- PAC2 e Minha Casa Minha Vida – Parcerias entre Estados e municípios na implantação".

Carlos Marun compôs mesa com Mounir Chaowiche, presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Silvio Torres, secretário de Estado de Habitação do Estado de São Paulo e Jorge Bittar, secretário Municipal de Habitação do Rio de Janeiro. Inês Magalhães, secretária Nacional de Habitação, foi moderadora do debate.

No debate, Marun apresentou as parcerias realizadas entre os entes federativos, União, Estado e Município para a contratação do programa Minha Casa Minha Vida. Essa parceria proporcionou moradias dignas a mais de cinco mil famílias sul-mato-grossenses.

Pelo programa Minha Casa Minha Vida – Sub 50, primeira etapa, o governo do Estado garantiu a contratação de 1.406 unidades habitacionais, sendo 510 moradias já entregues. Os investimentos por unidade foram: União R$ 12 mil; Estado R$ 5 mil, Rede de água, Trabalho social simples e Projetos e fiscalização; Município doação de terrenos, Arruamento e Iluminação Pública.

Já pelo programa Minha Casa Minha Vida - FAR foram contratadas 4.119 moradias e estão em fase de contratação mais 5.119 unidades habitacionais. Em todas as contratações para garantir recursos federais para construção de casas para o Estado de Mato Grosso do Sul houve a participação do governo de Estado.

Nas mais diversas parcerias e utilizando todos os programas federais (PSH Urbano, PSH Rural, FNHIS, FNHIS Entidades, Incra, Resolução 518, PAC, PMCMV) foram contratadas no quadriênio 2007/2010 a construção de 41.527 moradias em Mato Grosso do Sul e consolidou-se a condição de Campo Grande como única capital sem favelas do País.

A primeira Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo ocorreu em 1973 com o tema "O ambiente que o homem organiza". O segundo evento ocorreu após duas décadas com o tema "Arquitetura, Cidade e Natureza". E em 2009 realizaram a oitava Bienal com a participação de Oscar Niemeyer, debateram sobre a qualificação de áreas degradadas em centros urbanos a partir de megaeventos e usou a Copa de 2014 como exemplo.

A Nona Bienal Internacional de Arquitetura começou no dia 2 de novembro e irá até o dia 4 de dezembro, o local do evento é OCA - Parque Ibirapuera, na cidade de São Paulo.

Mais informações sobre a 9ª Bienal acesse: http://www.nonabia.com.br/

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Após liberação de vacinas, Bolsonaro vai à festa do Dia da Índia
Política
“Faz falta”, diz Mourão sobre diálogo com Bolsonaro
Política
Após assumir o governo, Paulo Corrêa vai percorrer três municípios
Política
Bolsonaro diz que governo é favorável à importação privada de vacinas
Política
Para tentar reeleição em 2022, Bolsonaro sinaliza filiação a novo partido
Política
“Não é aposentadoria”, diz Bolsonaro ao negar volta de auxílio emergencial
Política
Paulo Corrêa assume governo daqui a pouco
Política
Por mais vacinas, Bolsonaro participa de festa do Dia da República da Índia
Política
Bolsonaro quer renovação de auxílio emergencial
Política
Reinaldo Azambuja estará de férias nos próximos 10 dias

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio