Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Economia

Agricultura familiar já é praticada por 72,7 mil agricultores

05 novembro 2011 - 07h53Divulgação

Responsável por boa parte da produção de alimentos em Mato Grosso do Sul, agricultores familiares promovem este ano a 7ª Feira de Sementes Crioulas da Agricultura Familiar. O evento é realizado pela Federação da Agricultura Familiar (FAF/MS), Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Embrapa e Prefeitura de Itaquiraí, e tem o governo do Estado como um dos principais parceiros.

Mato Grosso do Sul conta atualmente com 72.717 agricultores familiares, conforme a FAF. Desses, 41.104 são agricultores tradicionais e 31.613 são assentados pela reforma agrária. O número total de assentamentos é de 217.

Os assentados dos projetos de reforma agrária estão distribuídos em 177 assentamentos criados pelo Incra e em 40 criados pelo Estado, por meio do Crédito Fundiário, administrado pela Agraer. Para a agência, que é o órgão do governo estadual responsável pelo suporte a esse nível de produção, a Feira de Sementes Crioulas da Agricultura Familiar em Mato Grosso do Sul contribui para que mais agricultores familiares conheçam e passem a praticar uma agricultura adaptada à sua realidade local, principalmente com a produção de alimentos saudáveis. Na avaliação da Agraer, a realização desse evento propicia a valorização da produção dos agricultores familiares, a troca de conhecimentos, e a transferência de novas tecnologias adequadas às unidades de produção familiar.

Incentivo

A Agraer é uma grande incentivadora do evento em todo o território de Mato Grosso do Sul, em especial, naqueles municípios de grande concentração de agricultores familiares, com destaque para os que têm projetos de assentamentos. Esses dias de feira se tornam um instrumento importante para a divulgação das linhas de crédito para a Agricultura Familiar, com apresentação de máquinas e equipamentos, técnicas e processos agropecuários que visam à elevação da produtividade e da qualidade dos produtos, à capacitação de agricultores familiares em diferentes áreas temáticas, à troca de sementes entre os produtores e à demonstração de experiências práticas para a produção do setor.

Outro fator positivo é que serve de espaço de divulgação das atividades da agricultura familiar, de inserção desse segmento na sociedade e de reconhecimento da importância desse setor na produção dos principais itens alimentares que estão na mesa dos sul-mato-grossenses e de todos os brasileiros.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo cogita possibilidade de volta do horário de verão
Economia
Beneficiários do Bolsa Família começam a receber 6ª parcela do auxílio
Economia
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Projeto do Governo para reduzir conta de energia é aprovado na Assembleia
Economia
Motoristas de apps vão ter incentivos, o que deve melhorar a vida dos passageiros
Economia
Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Procon-MS devolve quase meio milhão a consumidor no primeiro semestre de 2021
Economia
Trabalhadores nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Funcionário diz que JBS está sem realizar abate
Economia
Segundo Ministro das Comunicações, tecnologia 5G pode trazer U$ 1,2 tri em investimentos

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra pênis decepado dentro de pote no jardim da casa da mãe
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Polícia
Homem encontra o pai morto em avançado estado de decomposição na Vila Carvalho
Brasil
Homem coloca fogo em casa com ex-mulher e filhos dentro