Menu
Busca sábado, 28 de janeiro de 2023
(67) 99647-9098
Governo - Dengue Jan22
Economia

Consumidores devem gastar mais no Natal e Ano novo de 2022, aponta pesquisa

As festas de fim de ano devem movimentar R$ 816 milhões na economia de MS

30 novembro 2022 - 11h50Sarah Chaves, com informações da Assessoria

Uma pesquisa sazonal do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), realizada em parceria com o Sebrae-MS, revela que em 2022 as compras de Natal e Ano Novo, devem movimentar R$ 816,46 milhões na economia de Mato Grosso do Sul, um montante 31% maior que no ano de 2021.

Serão R$ 530 milhões no período do Natal e R$ 286,46 milhões no Ano Novo.

Dos gastos com o Natal, que este ano serão 29% maiores que no ano anterior, a pesquisa mostra um dinamismo financeiro um pouco maior para as comemorações em vista dos presentes. Serão R$ 277,2 milhões destinados às comemorações, com quase 73% dos entrevistados afirmando que irão celebrar a data, com gasto médio de R$ 255,97; e R$ 252,8 milhões às compras de presentes, com gasto médio de R$ 344,52 e 49,40% dos entrevistados dispostos a presentear.

“Temos aí uma previsão muito boa para este fim de ano. Há um aumento real no gasto médio com presentes e comemorações, e também, nos percentuais de intenções de comemorar e comprar. A população está muito mais propensa a comemorar, tornando a expectativa de movimento na economia bastante positiva”, afirma a economista do IPF-MS, Regiane Dedé de Oliveira.

As comemorações serão realizadas, na maioria, em casa (66,80%) e na casa de amigos/familiares (48,10%). Já as viagens foram responsáveis por 1,60% das intenções de comemoração. E 53,70% dos entrevistados irão comprar bebidas.

Preferências de presentes 

Entre os que vão presentear, as preferências são as roupas, calçados e acessórios (68,80%), brinquedos (45,50%) e móveis e eletrodomésticos (5,40%). A maioria pretende comprar em lojas físicas (86,30%). No momento da compra, o preço (62,60%), o pagamento à vista com desconto (56,70%) e o parcelamento (44,20%) serão os principais atrativos.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Banco Central aponta que famílias e empresas pagaram juros mais altos em 2022
Economia
Beneficiários de NIS final 8 recebem parcela do Bolsa Família hoje
Economia
Índice de Confiança do Consumidor recua 2,2 pontos em janeiro
Economia
Bolsa Família é paga para beneficiários do NIS com final 7
Economia
Americanas pede recuperação judicial nos EUA
Economia
Pix termina 2022 com R$ 10,9 trilhões movimentados
Economia
Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS de final 6
Economia
Ministro do Trabalho pedirá fim de novos pedidos de saque-aniversário
Economia
Após 11 meses em alta, inadimplência teve queda em dezembro
Economia
Prévia da inflação ficou em 0,55% em janeiro, aponta IBGE

Mais Lidas

Brasil
Anitta vira assunto ao ter cenas íntimas vazadas na internet; assista
Polícia
Criança morta com bexiga tinha 7 meses e brincava na sala de casa
Polícia
Mãe ficou 'tranquila' com filha morta em UPA; criança já tinha ido 30 vezes ao hospital
Geral
JD1TV: Policial agride advogada dentro de delegacia da Capital