Menu
Busca quarta, 21 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Conab reduz estimativas de área e produção de soja em 2011/12

09 novembro 2011 - 10h49Arquivo

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) reduziu sua estimativa para a área plantada com soja no País na safra 2011/12 em seu segundo levantamento divulgado hoje, na comparação com a pesquisa anterior. Os números, contudo, mostram aumento de área na comparação com 2010/11. A produção do período também foi revisada para baixo e a nova safra deve ficar abaixo do volume colhido no ciclo passado.

A Conab estimou a área plantada em 2011/12 entre 24,403 milhões e 24,905 milhões de hectares (ha), ante projeção de 24,658 milhões a 25,039 milhões de ha previstos no mês passado. Caso seja realizado, será um plantio recorde. Na safra 2010/11, 24,181 milhões de hectares foram cultivados com a oleaginosa. Assim, a pesquisa indica crescimento na área de plantio em relação à safra anterior entre 0,9% e 3,0%.

O maior aumento de área, considerando a média dos intervalos, é observado na Região Centro-Oeste, registrando crescimento de 506,8 mil hectares, resultado de crescimento de 303,9 mil hectares em Mato Grosso, 130,3 mil hectares em Goiás, 70,4 mil hectares em Mato Grosso do Sul e 2,2 mil hectares no Distrito Federal. Maranhão, Piauí e Tocantins e Bahia, região conhecida como Matopiba, também registrarão aumento de área de soja em 2011/12.

Para a Região Sul, observa-se desde uma redução de 0,2% a um crescimento de 1,6%. Aqui, a expectativa de redução se deve principalmente à opção do produtor em cultivar o milho.

Para a Região Sudeste, a pesquisa também indica diminuição da área a ser cultivada, variando entre menos 2,9% e menos 0,1%. Mesmo considerando as tradicionais vantagens desta cultura sobre o milho, como facilidade para financiamento da safra através de agroindústrias, liquidez na comercialização dentre outras, esta redução reflete a necessidade de rotação de cultura e às perspectivas de mercado favoráveis para a cultura do milho, avaliou a Conab.

Produção

A produção nacional de soja foi estimada entre 71,489 milhões e 72,965 milhões de toneladas, ante 72,187 milhões e 73,295 milhões de t estimadas em outubro. A nova projeção representa uma queda de 4,2% a 2,7% ante a produção de 75,324 milhões de t em 2010/11. Isso se explica pelo critério de cálculo de produtividade, que considera a média dos últimos cinco anos, descartando-se as safras atípicas e adicionando o avanço tecnológico.

Na última safra, lembrou a Conab, o comportamento climático foi extremamente favorável à cultura, resultando em produtividades recordes em quase todos os Estados produtores, com exceção de Mato Grosso do Sul, que apresentou perdas devido ao excesso de chuvas na fase final do ciclo.

De acordo com a Conab, o plantio tem ocorrido dentro da normalidade, com o porcentual da área já plantada bem superior ao da safra 2010/11. "O atraso que vinha se verificando nos Estados da região Centro-Oeste, com a intensificação das chuvas a partir da segunda quinzena de outubro, permitiram a aceleração do plantio que deverá ser encerrado no final de novembro", diz boletim da estatal divulgado hoje.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Financiamento imobiliário com taxas diferenciadas é anunciado pelo BB
Economia
Índice de confiança do empresário tem alta pelo 3º mês seguido
Economia
Fiems apresenta aos militares do exército potencial econômico de MS
Economia
Coaf muda para o Banco Central
Economia
Abertura de empresas tem melhor resultado desde 2013 em MS
Economia
Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep
Economia
Com recursos bloqueados, Exército pode cortar um terço dos recrutas
Economia
PIS/Pasep para nascidos em agosto já está liberado
Economia
Instituições reduzem previsão para déficit nas contas públicas
Economia
IBGE divulga queda da taxa de desemprego no país

Mais Lidas

Geral
Servidor público comete suicídio com cinto
Brasil
Vídeo mostra momento em que sequestrador é executado pelo BOPE
Polícia
Antes de suicídio, PM desabafa em carta de despedida
Geral
Mãe vende carreteiro para custear cirurgia de filha com cranioestenose