Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Economia

De férias, cuidado com uso do cartão

13 junho 2011 - 11h14Arquivo

Com a proximidade das férias de julho, especialistas sugerem atenção às taxas cobradas na hora de pagar gastos em viagens ao exterior. Entre as opções de compra estão traveller check, dinheiro e opções de cartões pré-pago, débito e crédito. De acordo com Valeria Mortari, superintendente de comércio exterior do Itaú Unibanco, e Frederico Souza, superintendente de produtos cartões do banco, é preciso ficar atento às taxas de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

Segundo eles, o cartão de crédito é a forma mais usada pelos consumidores brasileiros no exterior. “No momento da compra, as opções travel, pré-pago, dinheiro e débito possuem 0,38% de IOF. No cartão de crédito esse valor aumenta para 6,38%. Um ponto positivo sobre o cartão de crédito é que não há juros no saque no exterior”, explicam.

Para ajudar a reduzir o impacto do IOF, Valéria e Frederico recomendam uso do cartão de débito internacional ou dinheiro. Por conta das férias do meio do ano, o mercado espera aumento no uso do cartão internacional e do pré pago.

Mesmo com taxas similares, alertam que no futuro essa situação pode mudar, com o uso maior do pré-pago. “O cliente coloca o valor que acha que vai gastar, se sobrar, pode usar em outras viagens. O produto possui a conveniência de fixar o câmbio no ato da compra, além de recarregar os créditos no exterior."

De lupa

COMPRA ONLINE - Os pré pagos têm como vantagem além do imposto menor a possibilidade de compras online em lojas no exterior e uso de débito. Outro diferencial é o crédito não expirar.

IMPOSTO MAIOR - Em abril, governo aumentou em 1,5 ponto percentual ao ano o IOF cobrado nas operações de crédito à pessoa física.Nessas operações, o imposto passou a ser de 3%.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pedágio da CCR MSVia na rodovia federal BR-163
Geral
CCR-MSVia reajusta tarifas de pedágio na BR-163 em Mato Grosso do Sul
Ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet
Política
Simone Tebet vai ao Congresso para debater projeto da LDO de 2025
Dólar fecha a R$ 5,36, maior patamar desde novembro de 2022
Economia
Dólar fecha a R$ 5,36, maior patamar desde novembro de 2022
Com devolução da 'MP do Fim do Mundo', preço do combustível não deve aumentar em MS
Economia
Com devolução da 'MP do Fim do Mundo', preço do combustível não deve aumentar em MS
TJMS promove conciliação de precatórios e movimenta R$ 1,4 milhão
Justiça
TJMS promove conciliação de precatórios e movimenta R$ 1,4 milhão
Empresários da Capital esperam vender até 30% com o Dia dos Namorados
Economia
Empresários da Capital esperam vender até 30% com o Dia dos Namorados
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio
Economia
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio
Foto: Sindivarejo
Economia
Dia Livre de Impostos: Lojistas "pagam" por conscientização dos consumidores
Inês Santiago, presidente da FCDL, e Adelaido Vila, presidente da CDL-CG
Economia
'Dia Livre dos Impostos' deve arrecadar até R$ 10 milhões em Campo Grande
Compras na internet podem ficar mais caras com taxação
Economia
Senado aprova taxação de compras internacionais de até US$ 50

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima