Menu
Menu
Busca domingo, 03 de março de 2024
Economia

Descontos no IPVA 2024 são mantidos e veículos movidos a GNV ficam isentos

Serão lançados 880.446 carnês no início de dezembro para os proprietários de veículos do MS

02 dezembro 2023 - 14h43Brenda Leitte

Os contribuintes Sul-mato-grossenses proprietários de veículos automotores vão continuar contando com condições especiais para ficar em dia com o IPVA em 2024. Isso porque o governador Eduardo Riedel publicou o decreto nº 16.325, de 27 de novembro de 2023, que mantém os descontos praticados este ano. Contudo há três importantes alterações de isenção, facilidade de pagamento e benefícios para os frotistas, que foram incluídos na legislação estadual.

Os automóveis ou veículos de passeio - além dos tradicionais 15% de desconto para pagamento à vista - terão a alíquota do IPVA mantida em 3% - redução de 40%, haja vista os 5% previsto em Lei. Para caminhão, ônibus e micro-ônibus a alíquota permanece 1,5%, com redução de 50% na cobrança.

Outra redução mantida é para os motorhomes: alíquota de 1,5% (redução de 50%). Já para as motocicletas a alíquota continua em 2%. Os automóveis com capacidade de até oito pessoas, excluído o condutor, que utilizem motores acionados a óleo diesel, a alíquota é de 4,5% (redução de 25%).

As novidades do IPVA 2024 ficam por conta da isenção dos veículos movidos a GNV, possibilidade de pagar a 1ª parcela ou a cota única por meio do PIX e para os frotistas que receberam o benefício da redução de base de cálculo em 2023, os quais não precisarão solicitar a redução para 2024, pois ela será concedida automaticamente, desde que cumpra os requisitos exigidos pela Sefaz-MS.

“Esse ano, a pedido do governador Eduardo Riedel, os contribuintes terão a facilidade do pagamento via PIX. Também a concessão do benefício fiscal de isenção do tributo para os veículos movidos a GNV. O gás natural é um combustível de queima limpa, com menor geração de gás carbônico (CO), fato que contribui para a melhoria da qualidade do ar. É o Governo de Mato Grosso do Sul trabalhando para reverter tributos em prol de um MS mais próspero, inclusivo, verde e digital", afirmou o secretário estadual de Fazenda, Flavio Cesar.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

PIB brasileiro tem aumento de 2,9%
Economia
PIB brasileiro totaliza R$ 109 trilhões com aumento de 2,9% em 2023, diz IBGE
Receita de exportação do MS teve aumento
Economia
Receita de exportação do Estado indica aumento de 22% em janeiro
Transações DOC e TEC se encerram nesta quinta-feira
Economia
Transações DOC e TEC se encerram nesta quinta-feira
Novo Bolsa Família
Economia
Caixa finaliza fevereiro pagando Bolsa Família a beneficiários com NIS final 0
Bolsa Família é pago a beneficiários com NIS de final 9
Economia
Bolsa Família é pago a beneficiários com NIS de final 9
BC adia data do balanço anual
Economia
Balanço anual do Banco Central é adiado por um mês
Novo Bolsa Família
Economia
Bolsa Família é pago a beneficiários com NIS de final 8
Imposto de Renda da Receita Federal
Economia
Atenção: empresas têm até quinta-feira para enviar comprovantes de rendimentos
Bolsa Família é pago a beneficiários com NIS de final 7
Economia
Bolsa Família é pago a beneficiários com NIS de final 7
Sugestões ao orçamento podem ser enviadas a partir do dia 1º à Prefeitura
Economia
Sugestões ao orçamento podem ser enviadas a partir do dia 1º à Prefeitura

Mais Lidas

Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Geral
Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Rapaz não teve tempo de ser socorrido
Polícia
JD1TV AGORA: Rapaz é assassinado com vários tiros no Aero Rancho
Patrick foi atingido com três disparos
Polícia
Jovem foi assassinado por dupla em motocicleta no Aero Rancho
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro
Polícia
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro