Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo - Festival America do Sul
Economia

Em MS, criadores manejam o gado por causa das cheias

24 abril 2011 - 06h56Luis Henrique Correa - G1

Criadores de gado formam comitivas para tirar o rebanho das áreas alagadas e seguir para pastos secos.

Em Mato Grosso do Sul o som do berrante anuncia um dia de muito trabalho. A água já está chegando à sede da fazenda de Glaúdio Garcete. O pecuarista faz cria, recria e engorda no Pantanal do Nabileque. Ao todo são 2200 cabeças de gado, que aos poucos estão sendo removidas por causa da aproximação das águas.

Pelo caminho a travessia é difícil. É preciso ter calma. Alguns animais não resistem.

O trabalho continua no mangueiro, é hora de preparar a nova comitiva que vai levar os animais para um lugar seco onde ficam até o fim da cheia.

O Pantanal não para de encher e o fazendeiro não pode perder tempo. Por isso, separa o gado e faz uma viagem de 40 quilômetros até outra fazenda para terminar a engorda. Isso custa caro para o fazendeiro, o gado só volta depois de seis meses.

Os animais mais novos são divididos em lotes de terra onde a água ainda não chegou. Segundo as previsões, o pico de cheia no Pantanal deve ser atingido nesta semana.

Os peões que acompanham a comitiva ganham em média R$ 30 a diária. A viagem dura até duas semanas e como o esforço é grande, o gado perde peso no caminho. O calor é intenso e a mesma água que acaba com os pastos férteis, mata a sede.

A expectativa é que 2,4 milhões de cabeças sejam retiradas do Pantanal por causa da cheia.

Com informações do Globo Rural.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Caixa reduz taxa de juros do cheque especial
Economia
Exportação de industrializados alcança US$ 3 bi no MS
Economia
Dólar fecha a R$ 4,142
Economia
Com até 90% de descontos, Refis Natalino começa nesta segunda
Economia
Manutenção nas vias garante economia aos cofres públicos
Economia
Fundo reduzirá tributo de álcool
Economia
Comércio de Corumbá tem prejuízo de quase R$ 5 milhões
Economia
Nascidos em abril e maio podem sacar FGTS a partir desta sexta-deira
Economia
MS terá aproximadamente R$ 122 milhões do pré-sal
Economia
Refis Natalino é aprovado na Câmara

Mais Lidas

Polícia
Advogado é suspeito de roubo em restaurante da capital
Polícia
Pistoleiros matam pai e tio e deixam bebê baleado
Polícia
Padrasto quebra as duas pernas de bebê de 10 meses
Polícia
Esposa causa acidente com viatura de bombeiro que levava o marido