Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Em MS, criadores manejam o gado por causa das cheias

24 abril 2011 - 06h56Luis Henrique Correa - G1

Criadores de gado formam comitivas para tirar o rebanho das áreas alagadas e seguir para pastos secos.

Em Mato Grosso do Sul o som do berrante anuncia um dia de muito trabalho. A água já está chegando à sede da fazenda de Glaúdio Garcete. O pecuarista faz cria, recria e engorda no Pantanal do Nabileque. Ao todo são 2200 cabeças de gado, que aos poucos estão sendo removidas por causa da aproximação das águas.

Pelo caminho a travessia é difícil. É preciso ter calma. Alguns animais não resistem.

O trabalho continua no mangueiro, é hora de preparar a nova comitiva que vai levar os animais para um lugar seco onde ficam até o fim da cheia.

O Pantanal não para de encher e o fazendeiro não pode perder tempo. Por isso, separa o gado e faz uma viagem de 40 quilômetros até outra fazenda para terminar a engorda. Isso custa caro para o fazendeiro, o gado só volta depois de seis meses.

Os animais mais novos são divididos em lotes de terra onde a água ainda não chegou. Segundo as previsões, o pico de cheia no Pantanal deve ser atingido nesta semana.

Os peões que acompanham a comitiva ganham em média R$ 30 a diária. A viagem dura até duas semanas e como o esforço é grande, o gado perde peso no caminho. O calor é intenso e a mesma água que acaba com os pastos férteis, mata a sede.

A expectativa é que 2,4 milhões de cabeças sejam retiradas do Pantanal por causa da cheia.

Com informações do Globo Rural.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Cartão PNAE é lançado para escolas públicas comprarem merenda
Economia
Com pré-sal e Lei Kandir, Reinaldo quer potencializar investimentos
Economia
MS acumula US$ 2,2 bilhões em balança comercial de janeiro a setembro
Economia
Receita paga nesta terça-feira restituições do 5º lote do IR 2019
Economia
Governo confirma desbloqueio extra de R$7,3 bi no orçamento
Economia
Vagas temporárias de emprego para o Natal terão maior oferta dos últimos seis anos
Economia
Caixa "rouba" 7 bilhões ao ano para cuidar de FGTS, denuncia Maia
Economia
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 30 mi nesta segunda-feira
As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa
Economia
Acordo Mercosul-UE pode impactar economia brasileira em US$ 79 bi
Economia
Com economia solidificada, PIB de MS cresce 254% em uma década

Mais Lidas

Geral
Vídeo - Léo Santana é barrado na Smart Fit da capital
Política
Sem André, MDB deve minguar em 2020
Polícia
Cansada de agressões, mulher mata e arranca o pênis do marido
Polícia
Homem comete triplo homicídio porque teriam zombado da "coragem" dele