Menu
Menu
Busca quinta, 30 de maio de 2024
Secovi
Economia

Expocanas 2024: Governo de MS reduz ICMS das sucroenergéticas para 1,8%

Anúncio foi feito hoje (10), durante abertura da maior feira do setor do Estado, em Nova Alvorada do Sul

10 abril 2024 - 18h00Brenda Leitte, com Gov MS

Representantes do setor sucroenergético e demais segmentos produtivos, juntamente com lideranças políticas, participaram nesta quarta-feira (10), em Nova Alvorada do Sul, da cerimônia de abertura da Expocanas 2024, a maior feira do setor no Mato Grosso do Sul. No evento, o Governo do Estado e a iniciativa privada divulgaram medidas para estimular a indústria sucroenergética, além de oportunidades de novos negócios em MS.

Presente ao evento e acompanhado do secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jaime Verruck, e do secretário de Governo e Gestão Estratégica, Rodrigo Perez, o governador Eduardo Riedel destacou o compromisso em oferecer um ambiente atrativo para o mercado, gerando renda e emprego para os Sul-mato-grossenses.

"Da nossa parte, estamos assumindo o compromisso de reduzir a alíquota de ICMS sobre o biometano de 17% para 1,8%, para estimular o setor de bioenergia no Estado e torná-lo cada vez mais competitivo. O posicionamento estratégico do MS diante do Brasil e do mundo está focado em segurança alimentar, transição energética e sustentabilidade ambiental", afirmou.

Gigante do setor anuncia nova planta

Os dirigentes da empresa Atvos, uma das maiores produtoras de biocombustíveis do Brasil, anunciou a construção de sua primeira unidade de biometano a partir de resíduos da cana-de-açúcar. A unidade, que ficará em Nova Alvorada do Sul, onde a companhia já possui uma planta responsável pela produção de etanol, deve receber investimentos superiores a R$ 350 milhões.

"Agradecemos o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e da prefeitura de Nova Alvorada do Sul, por criarem as condições necessárias para o desenvolvimento de novos negócios na região. Acreditamos que essa parceria entre as iniciativas público e privada é fundamental para ampliar a geração de riquezas, movimentar a economia, fortalecer a cadeia produtiva e garantir prosperidade para a sociedade em geral", afirmou o CEO da Atvos, Bruno Serapião, que fez o anúncio da nova planta.

Com o novo empreendimento, a companhia também reforça seu compromisso com o desenvolvimento socioeconômico do Estado. A fábrica de biometano na USL (Unidade Santa Luzia) terá capacidade instalada de 28 milhões de metros cúbicos de biometano.

O setor sucroenergético participa com 16% no PIB industrial do Estado, e possui atualmente 800 mil hectares de cana-de-açúcar plantada em 42 municípios. Nova Alvorada do Sul tem 116 mil hectares de cana e lidera o ranking de maiores lavouras de cana-de-açúcar do Brasil.

Para o prefeito de Nova Alvorada do Sul, José Paleari, a notícia de um novo empreendimento com recursos de mais de R$ 350 milhões é um motivo de comemoração. "A iniciativa vai gerar emprego e um combustível limpo. Isto é desenvolvimento", declarou.

Na safra 2023/2024, o MS foi responsável por 52,4 milhões de toneladas de cana moída, 3,8 bilhões de litros de etanol (cana e milho), 2,2 milhões de toneladas de açúcar e 2 milhões de Mwh de energia elétrica. O setor gera 30 mil empregos diretos e 90 mil postos de trabalho indiretos, e com uma das melhores médias salariais na indústria e na agricultura.

Alinhado com o programa de Governo de um Estado Carbono Zero, o setor sucroenergético produz 3,4 milhões de CBIOs (créditos de descarbonização) gerados pelas usinas em operação em MS a partir da produção de etanol. O volume corresponde exatamente a 3,4 milhões de toneladas de CO2 evitadas na atmosfera.

O Estado conta, atualmente, com 17 usinas de bioenergia do setor de cana-de-açúcar, e o terceiro maior exportador de etanol, com US$ 98 milhões. O etano sul-mato-grossense é comprado por 35 países compradores, entre eles, Holanda, Canadá, China, Egito, Iraque, Portugal, Rússia, Uruguai e Bangladesh.

 

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp. Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no IOS ou Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Taxa de desemprego no Brasil volta a cair e chega em 7,5%
Economia
Taxa de desemprego no Brasil volta a cair e chega em 7,5%
Taxar compras de até US$ 50 agrava desigualdade social, avalia AlieExpress
Economia
Taxar compras de até US$ 50 agrava desigualdade social, avalia AlieExpress
Câmara aprova taxação de compras até 50 dólares
Economia
Câmara aprova taxação de compras até 50 dólares
Licenciamento: Junho é o mês de veículos com placas terminadas em 4 e 5
Economia
Licenciamento: Junho é o mês de veículos com placas terminadas em 4 e 5
Novo Bolsa Família do Governo Federal
Economia
Caixa paga parcela do Bolsa Família a beneficiários de NIS final 9 nesta quarta
Receita Federal - Imposto de Renda
Economia
Imposto de Renda: prazo para entrega termina na sexta-feira
Caixa paga parcela do Bolsa Família a beneficiários de NIS final 8 nesta terça
Economia
Caixa paga parcela do Bolsa Família a beneficiários de NIS final 8 nesta terça
Site Fies
Economia
Últimos dias: Desenrola Fies acaba na sexta-feira
Novo Bolsa Família
Economia
Caixa paga parcela do Bolsa Família a beneficiários de NIS final 7 nesta segunda
Bolsa Família realiza novos pagamentos neste mês
Economia
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 6 nesta sexta

Mais Lidas

Sensação térmica chegou a 1,7°C em Campo Grande durante a madrugada desta terça
Clima
Sensação térmica chegou a 1,7°C em Campo Grande durante a madrugada desta terça
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística)
Geral
Obras da 1ª rodovia de concreto em MS devem começar neste ano
Frio de gelar os ossos chega em MS
Clima
'Isfriô' demais: Sensação térmica bateu -1,3°C em Campo Grande na madrugada de hoje