Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Secovi
Economia

FCO vai ajudar a amenizar a crise financeira, dizem empresários

05 dezembro 2015 - 10h50

Os R$ 23 milhões que serão disponibilizados pelo Banco do Brasil via FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para capital de giro vão ajudar os empresários do comércio e da indústria a amenizarem o cenário de crise financeira deste fim de ano, de acordo com a avaliação das lideranças da Fiems, Fecomércio-MS, Faems e Sebrae/MS. A liberação desse montante foi oficializada na última quinta-feira (3), com a assinatura do termo de cooperação entre o Banco do Brasil, CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) e representantes do setor produtivo estadual.

Segundo o superintendente estadual do Banco do Brasil, Evaldo Emiliano de Souza, a instituição tem buscado, de forma efetiva, a aproximação com o setor produtivo, oferecendo mais agilidade nas suas ações. “Essa iniciativa é fruto da articulação das entidades que pleitearam a obtenção desses recursos para superar o momento de crise e potencializar as oportunidades desse celeiro de fartura que é Mato Grosso do Sul”, afirmou, acrescentando que a linha de crédito terá como limite de teto máximo R$ 200 mil por estabelecimento para beneficiar o maior número possível de empresas, além de taxa de juro de 0,91% ao mês e até seis meses de carência para começar a pagar.

Na avaliação do coordenador do CEIF/FCO e secretário estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o recurso chega em boa hora. “Nós temos que utilizar todos os recursos oferecidos pelo FCO para que não sejam direcionados para outros Estados do Centro-Oeste e, por isso, esse dinheiro tem que estar contratado pelos empresários, que são a razão da existência dessa linha de financiamento. Com essa iniciativa do BB e Federações, será possível disponibilizar, de maneira rápida, esses recursos financeiros tão importantes neste momento em que passa a economia estadual e nacional”, declarou.

Federações

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, ressaltou a importância do atendimento do pleito pelo BB e CEIF/FCO e reforçou que o recurso vai estimular a competitividade. “Ideal seria chegar no fim de 2015 sem precisar utilizar nenhuma linha de crédito, mas, em razão do desmantelo da política, nós temos que buscar alternativas para sobreviver. O descontrole das contas públicas vem sendo repassado à sociedade e às empresas, o que diminui a competitividade, dificulta as vendas e acaba por provocar demissões. Porém, nós acreditamos que é na dificuldade que se gera as oportunidades e precisamos provar a capacidade de gestão de cada empresa”, avaliou.

Para o presidente da Fecomércio-MS, Edison Araújo, os recursos irão ajudar a economia e o desenvolvimento do Estado. “Os recursos têm que ser utilizados para investimentos, mas a aplicação dos R$ 23 milhões para capital de giro até o dia 31 de dezembro vai dar oportunidade de tirar os empresários do sufoco e fomentar a nossa economia”, falou. O presidente da Faems, Alfredo Zamlutti, salientou que a crise só pode ser enfrentada com trabalho. “O que precisamos é confiança no setor financeiro e dinheiro para trabalhar. Não é a crise que derruba a gente. Então, é um momento de felicidade para o empresário sério e correto”, disse.

Já o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, falou da união das instituições e representantes do Governo para a construção de uma grande aliança com foco no desenvolvimento do Estado. “Nesse momento muito difícil, as empresas estão sofrendo para se manter e fazer um trabalho diferente. Queremos ver propostas efetivas como essa de hoje para que possamos encontrar uma saída para a crise”, afirmou.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsa Família realiza novos pagamentos neste mês
Economia
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 6 nesta sexta
Receita Federal abre consulta de restituição do Imposto de Renda
Economia
Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF
Novo Bolsa Família do Governo Federal
Economia
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 5 nesta quinta
Receita Federal abre consulta de restituição do Imposto de Renda
Economia
Começa consulta a maior lote de restituição do IR da história
Novo Bolsa Família
Economia
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 4 nesta quarta
Receita Federal abre consulta ao maior lote de restituição do IR na história
Economia
Receita Federal abre consulta ao maior lote de restituição do IR na história
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 3 nesta terça
Economia
Parcela do Bolsa Família é paga para beneficiários de NIS final 3 nesta terça
BNDES estuda linha especial para reconstrução do Rio Grande do Sul
Economia
BNDES estuda linha especial para reconstrução do Rio Grande do Sul
IPVA vence dia 29 de maio
Economia
Atenção motoristas de MS: quinta parcela do IPVA vence dia 29 de maio
Governo perdeu R$ 3,4 bilhões em impostos com proibição de vapes, diz pesquisa
Economia
Governo perdeu R$ 3,4 bilhões em impostos com proibição de vapes, diz pesquisa

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Carro da corretora é encontrado no Indubrasil
Polícia
JD1TV AGORA: Carro de corretora morta é encontrado no Indubrasil
Frio em Mato Grosso do Sul
Clima
Mínima de 7°C: MS pode registrar 'o dia mais frio do ano' nos próximos dias
JD1TV: Jovem é atingida por ácido durante ataque ao voltar da academia
Polícia
JD1TV: Jovem é atingida por ácido durante ataque ao voltar da academia