Menu
Menu
Busca segunda, 15 de abril de 2024
TJMS Abril24
Economia

Meirelles diz que não há previsão de ajuda federal a estados em crise

Projeto foi vetado na tarde de ontem, pelo presidente Michel Temer

30 dezembro 2016 - 13h27

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (30) que o governo não tem previsão de anúncio de ajuda federal a estados em situação fiscal crítica, como o Rio de Janeiro e Minas Gerais, que decretaram calamidade financeira.

“Não temos ainda uma data específica para isso, porque eles estão enfrentando um problema sério, mas a União também, portanto devemos priorizar”, disse Meirelles, que explicou não haver, neste momento, nenhum caminho jurídico que permita adiar o pagamento da dívida dos estados em crise com a União.

Ontem (29), o presidente Michel Temer vetou trechos do regime especial de recuperação fiscal dos estados que havia sido aprovado no Congresso, sob o argumento de que com a retirada, por parte da Câmara dos Deputados, da maior parte das contrapartidas de ajuste fiscal a serem implementadas pelos estados em troca da ajuda federal a medida havia se tornado “mais ou menos inútil”.

O texto vetado previa uma moratória de 36 meses no pagamento das dívidas dos estados com o governo federal. A suspensão dos pagamentos é uma demanda dos governadores, que alegam não ter recursos para honrar as parcelas.

Caso atrasem o pagamento da dívida com o governo federal, os estados podem ficar impedidos de receber repasses da União e correm o risco de ter suas contas bloqueadas pela Justiça.

Impedimento legal

Meirelles descartou a possibilidade de adiar os pagamentos sem uma lei que autorize a medida. O ministro também relativizou a responsabilidade do governo federal em socorrer os estados.

“Nós estamos, como todos, muito preocupados com a situação emergencial dos estados, mas é importante não transferirmos implicitamente o problema da dívida dos estados para a União. A União não criou o problema dos estados. A União está enfrentando e equacionando seus próprios problemas”, disse.

Segundo o ministro, independentemente de eventual ajuda federal, cabe aos estados implementarem medidas para tornar sustentável a situação fiscal. “Não se deve criar essa ilusão de que tudo depende de uma ajuda federal. A ajuda federal, primeiro, tem toda uma limitação do ajuste fiscal federal, para não prejudicar a recuperação da economia”, afirmou.

Meirelles não informou quando o governo enviará ao Congresso um novo projeto de lei para garantir as contrapartidas dos estados para a renegociação da dívida. “Temos que fazer o trabalho bem-feito, e o mais rápido possível será anunciado.”

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad
Economia
Meta do governo é salário mínimo de R$ 1.502 em 2025, afirma Haddad
Foto: Istock
Economia
Dia das mães 2024: Gastos devem ficar 7% abaixo da média do ano anterior
Debate aconteceu no Ceará
Economia
MS participa de debate sobre política tributária estadual uniforme e questões federais
Na hora de abastecer, pesquisar é o melhor caminho
Economia
Pagar etanol ou gasolina aditivada no débito se torna melhor opção, aponta Procon
Dólar opera em alta
Economia
Dólar tem 3º alta consecutiva; moeda está cotada em R$ 5,12
Reunião aconteceu no estande da Fiems na Expogrande
Economia
Em reunião na Expogrande, conselho do FCO aprova R$ 148 milhões em recursos para MS
Setor de Serviços recua 0,9% após três meses de alta
Economia
Setor de Serviços recua 0,9% após três meses de alta
Secretários estaduais se reúnem para discutir aumento do ICMS em compras online
Economia
Secretários estaduais se reúnem para discutir aumento do ICMS em compras online
Bancos promovem mutirão de negociação financeira até 15 de abril
Economia
Bancos promovem mutirão de negociação financeira até 15 de abril
Governador durante evento nesta quarta-feira (10)
Economia
Expocanas 2024: Governo de MS reduz ICMS das sucroenergéticas para 1,8%

Mais Lidas

Vítima foi atingida por pelo menos três disparos
Interior
Empresário é assassinado a tiros por dupla em motocicleta em Bela Vista
Vítima bateu de forma violenta contra o muro
Polícia
AGORA: Motociclista morre após bater em muro de condomínio no Monte Castelo
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Sósia do Lula em Campo Grande
Comportamento
Sósia do Lula faz sucesso em evento presidencial na Capital; assista