Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Economia

Piso do trabalhador rural de MS tem reajuste de 10,7%

28 junho 2011 - 10h08Arquivo

O piso salarial do empregado rural de Mato Grosso do Sul terá reajuste de 10,7%. O percentual foi acertado ontem entre representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do MS (Fetagri/MS), durante reunião na Casa Rural, sede da Famasul e Senar/MS.

Com o reajuste, o piso salarial do trabalhador rural passará dos atuais R$ 561,00 para R$ 621,00, valor que terá vigência de 1º de julho de 2011 a 30 de junho de 2012. Para os trabalhadores rurais que recebem acima de um e abaixo de dois salários mínimos estabelecido para a categoria (ou seja, entre R$ 561,00 R$ 1.122,00) o percentual de reajuste ficará em 7%. Acima de dois pisos salariais, o reajuste fica facultado a acerto entre empregado e empregador.

O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, destacou que o aumento ficará acima da inflação do período e ressaltou o histórico de entendimento entre instituições representativas de empregados e empregadores da atividade rural no Estado. "A discussão salarial entre patrão e empregado é muito saudável. Ficamos satisfeitos que, mais uma vez, chegou-se a um termo de entendimento", avaliou.

O presidente da Fetagri, Geraldo Teixeira de Almeida, disse ao final da reunião que a Famasul reconhece a representação dos trabalhadores nas negociações. "São duas categorias que andam juntas: onde tem fazenda, tem trabalhador", mencionou. O termo aditivo que estabelece o novo piso salarial do empregado rural de Mato Grosso do Sul a partir de 1° de julho de 2011 está em processo de registro e homologação junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Debate aconteceu no Ceará
Economia
MS participa de debate sobre política tributária estadual uniforme e questões federais
Na hora de abastecer, pesquisar é o melhor caminho
Economia
Pagar etanol ou gasolina aditivada no débito se torna melhor opção, aponta Procon
Dólar opera em alta
Economia
Dólar tem 3º alta consecutiva; moeda está cotada em R$ 5,12
Reunião aconteceu no estande da Fiems na Expogrande
Economia
Em reunião na Expogrande, conselho do FCO aprova R$ 148 milhões em recursos para MS
Setor de Serviços recua 0,9% após três meses de alta
Economia
Setor de Serviços recua 0,9% após três meses de alta
Secretários estaduais se reúnem para discutir aumento do ICMS em compras online
Economia
Secretários estaduais se reúnem para discutir aumento do ICMS em compras online
Bancos promovem mutirão de negociação financeira até 15 de abril
Economia
Bancos promovem mutirão de negociação financeira até 15 de abril
Governador durante evento nesta quarta-feira (10)
Economia
Expocanas 2024: Governo de MS reduz ICMS das sucroenergéticas para 1,8%
IBGE apresentou índices da inflação
Economia
Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 0,19%
Alguns itens e produtos ficaram mais caro neste mês de março
Economia
Planos de saúde, tomate e cebola influenciam inflação de março

Mais Lidas

Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
Polícia
Mulher encontrada morta em casa no Itamaracá teve um infarto
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Polícia
AGORA: Mulher é encontrada morta em casa no Itamaracá
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande
Polícia
Homem mente que foi sequestrado e estuprado para voltar com a ex em Campo Grande