Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Economia

Só supermercados abrem no Dia de Finados na Capital

01 novembro 2011 - 06h51Arquivo

O comércio de Campo Grande não abre amanhã, Dia de Finados, à exceção dos supermercados, que estão autorizados a abrir por força de liminar concedida pela justiça. A informação é do Sindicato dos Empregados no Comércio da Capital – SEC/CG. Acordo entre as duas categorias (entidades que representam patrões e empregados) impede a abertura dos shopping centers, comércio central e periferia da cidade.

Um adendo à Convenção Coletiva de Trabalho dos empregados em supermercados favorece a categoria com o pagamento de vale compra no valor de R$ 35,00 que deve ser pago ao final do expediente de trabalho a todos os funcionários que trabalharem nesse dia. Além disso, segundo Nelson Benitez, vice-presidente do sindicato laboral, os supermercadistas têm de dar uma folga a todos os funcionários que trabalharem amanhã (2), num prazo de 60 dias.

Totem_Alcool Gel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Fiems e Banco do Brasil anunciam linha de crédito emergencial para empresários
Economia
Procon encontra variações de até 897% nos preços de produtos de inverno
Economia
Produção de petróleo em maio caiu devido pandemia
Economia
AO VIVO - Entidades orientam empresário a obter empréstimos de emergência
Economia
Crédito emergencial para empresas será anunciado nesta quarta
Economia
Ações de cobrança são prorrogadas até 31 de julho pela Receita
Economia
Hoje tem pagamento do auxílio emergencial; veja se você recebe
Economia
Após anunciar prorrogação do Auxílio, Bolsonaro fala em harmonia entre Poderes
Economia
Ao vivo: Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial
Economia
Riedel apresenta plano para enfrentar nova fase da pandemia em MS

Mais Lidas

Geral
"Crianças estão imunes ao coronavírus", diz Marcelo Crivella
Política
Ministério da Segurança ainda pode ser recriado pelo Governo
Cidade
Confira o itinerário de fumacê contra o Aedes Aegypti em oito bairros
Política
Coronel David declara pesar pelo homicídio de Carla Santana