Menu
Menu
Busca quinta, 13 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Economia

Taxar compras de até US$ 50 agrava desigualdade social, avalia AlieExpress

Câmara dos Deputados aprovou o fim da isenção para compras internacionais abaixo do valor

29 maio 2024 - 17h22Pedro Molina

O AliExpress manifestou-se contra a decisão da Câmara dos Deputados, que aprovou o fim da isenção de impostos em compras internacionais de até US$ 50 e estabeleceu taxação de 20% para qualquer produto vindo de fora do Brasil.

Em nota, a empresa, considerada uma das maiores plataformas de comércio eletrônico do mundo, afirmou que teme um agravo na desigualdade social no Brasil com a decisão, que, segundo a companhia, dificulta o acesso da população de baixa renda a produtos importados, que, diversas vezes, não tem equivalentes nacionais a preço acessível.

Segundo o AliExpress, os brasileiros de menor poder aquisitivo dependem de plataformas de compras internacionais para comprarem itens como roupas, eletrônicos e artigos para o lar a preços acessíveis, algo que se tornará difícil com a medida.

Além disso, a empresa destaca que o texto mantém a isenção de impostos para compras realizadas em viagens internacionais, algo que agrava ainda mais a desigualdade social.

“A mudança, por outro lado, não altera a isenção para viagens internacionais, que permite que quem viaje para fora do país compre uma variedade de produtos isentos de qualquer imposto no valor total de R$ 5 mil a cada 30 dias, aumentando ainda mais a desigualdade social “, aponta a nota.

 

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet
Política
Simone Tebet vai ao Congresso para debater projeto da LDO de 2025
Dólar fecha a R$ 5,36, maior patamar desde novembro de 2022
Economia
Dólar fecha a R$ 5,36, maior patamar desde novembro de 2022
Com devolução da 'MP do Fim do Mundo', preço do combustível não deve aumentar em MS
Economia
Com devolução da 'MP do Fim do Mundo', preço do combustível não deve aumentar em MS
TJMS promove conciliação de precatórios e movimenta R$ 1,4 milhão
Justiça
TJMS promove conciliação de precatórios e movimenta R$ 1,4 milhão
Empresários da Capital esperam vender até 30% com o Dia dos Namorados
Economia
Empresários da Capital esperam vender até 30% com o Dia dos Namorados
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio
Economia
MP do Pis/Cofins quebra segurança jurídica e "mata" agronegócio
Foto: Sindivarejo
Economia
Dia Livre de Impostos: Lojistas "pagam" por conscientização dos consumidores
Inês Santiago, presidente da FCDL, e Adelaido Vila, presidente da CDL-CG
Economia
'Dia Livre dos Impostos' deve arrecadar até R$ 10 milhões em Campo Grande
Compras na internet podem ficar mais caras com taxação
Economia
Senado aprova taxação de compras internacionais de até US$ 50
Petrobras anuncia redução de 7,6% no preço de venda do querosene de aviação
Economia
Petrobras anuncia redução de 7,6% no preço de venda do querosene de aviação

Mais Lidas

Estátua em homenagem ao cantor João Carreiro
Comportamento
Vai ter estátua! Mesmo com polêmicas, 'Tributo a João Carreiro' acontece nesta quarta
Rua 14 de Julho
Geral
Abre e fecha de Santo Antônio: Confira o que funciona na Capital no feriado
Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Idoso tentou atravessar a pista e morreu atropelado
Polícia
JD1TV AGORA: Idoso morre atropelado ao atravessar fora da faixa na Av. Tamandaré