Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Geral

Intervenção de senadoras pode evitar calote no “Minha Casa Minha Vida”

O repasse dos recursos está atrasado desde o ano passado

24 abril 2019 - 18h36Joilson Francelino, com informações da assessoria

As senadoras Simone Tebet (MDB-MS) e Soraya Thronicke (PSL-MS) reuniram-se com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, nesta quarta-feira (24) para solicitar o pagamento dos recursos em atraso do programa Minha Casa, Minha Vida, em Mato Grosso do Sul. Elas saíram do encontro com o compromisso dele de que o problema será resolvido o mais rápido possível.

A inadimplência do governo federal no repasse das verbas para o programa tem prejudicado a construção civil em todo o Brasil. Em Mato Grosso do Sul, as obras foram contratadas em 2018. O repasse dos recursos está atrasado desde o final do ano passado.

“Saímos otimistas da reunião porque o presidente da CEF se comprometeu a dar prioridade para liberar esses recursos tão necessários à construção de casas populares. Estamos falando de duas mil famílias de baixa renda que aguardam por essas moradias. São, pelo menos, oito mil pessoas. Além do atraso nas obras e do risco de demissão de operários, há a possiblidade de aumento de custos quando as obras forem retomadas. Por isso, a urgência para que o problema seja resolvido”, disse a senadora Simone Tebet, que marcou a reunião com Pedro Guimarães.

O atraso no pagamento das medições diz respeito a 2.039 unidades habitacionais para famílias de baixa renda, cuja renda é de até R$ 1.800. O montante total dos recursos é de R$ 25 milhões.

Ampliação de recursos do FGTS Associativo

As senadoras também levaram a solicitação de ampliar os recursos para a contratação de empreendimentos do programa Carta de Crédito FGTS Associativo. A expectativa é de que sejam contratados 12 empreendimentos, num total de 473 casas. Para tanto, seria necessário que a Caixa destinasse R$ 40 milhões ao estado. A previsão atual para o Mato Grosso do Sul é de pouco mais de R$ 7 milhões.

A senadora Simone ainda informou que o presidente da CEF, Pedro Guimarães, deve ir ao Mato Grosso do Sul até julho para expor os novos projetos para investimento em habitação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Caixa deposita 2ª parcela de R$ 600 de nascidos em setembro ou outubro
Geral
Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial
Geral
Riedel lança e inaugura obras no interior
Geral
Alcione, Sambô, Projota e outros artistas animam o domingo em lives
Geral
Filho de Bolsonaro termina namoro com influenciadora ex de Eduardo Costa
Geral
Homem morre após rolo compressor passar por cima da barriga dele
Geral
“É mais fácil o MS fechar que a Casa China”, diz diretor do Shopping China
Geral
Estão liberadas as realizações de vistoria de identificação veicular
As vistorias deverão ocorrer fora das instalações das empresas credenciadas
Geral
Caixa abrirá até 12h para pagamento do auxílio emergencial neste sábado
Geral
Caixa abrirá 12 agências para saque do auxílio neste sábado no MS

Mais Lidas

Polícia
Quatro bairros de Campo Grande receberão fumacê nesta segunda
Polícia
Tenente-coronel Wagner Ferreira assume comando do DOF
Polícia
Perseguição e tiros na Gury Marques terminam com mulher na delegacia
Polícia
Jovem é morto pelo companheiro por ciúmes