Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Reinaldo Azambuja lança "Maio Laranja"

A campanha é contra o abuso sexual de crianças e adolescentes

10 maio 2019 - 14h15Matheus Henrique, com informações da assessoria

No lançamento da campanha "Maio Laranja", de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, o governador Reinaldo Azambuja afirmou que é necessário o envolvimento de toda a sociedade na proteção de jovens.

Dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) revelam que Mato Grosso do Sul lidera o ranking nacional de casos registrados de estupros de crianças e adolescentes. “O que mais nos assusta é que 80% dos abusos são cometidos dentro do lar da vítima”, disse o governador.

A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) registrou, de 1º de janeiro até o dia 10 de abril de 2019, 141 crimes, sendo nove tentativas de estupro, dez violências domésticas e 122 estupros.

Reinaldo comentou que “é um dado alarmante, que preocupa. Ao mesmo tempo, mostra que as instituições estão funcionando e que isso está sendo apurado e coibido. Levando para dentro das escolas, trabalhando material pedagógico, para a criança entender que o abuso não é algo normal”, explicou o governador.

O abuso é dividido em quatro tipos: físico, sexual, moral e psicológico. É considerado crime empurrar, chutar, amarrar, bater, forçar relação sexual, expor a pornografia, tocar de forma maliciosa, explorar sexualmente, negligenciar, caluniar, injuriar, difamar, abandonar, humilhar, insultar, isolar, perseguir, ameaçar, assediar e manipular.

Segundo os especialistas, a melhor forma de identificar o abuso é se atentar ao comportamento. São indícios de que algo está errado: baixa auto-estima, dificuldade de aprendizado, agressividade, sentimento de medo e culpa,  comportamentos regredidos e erotizados.

Denúncias podem ser feitas pelos telefones Disque 100 e 190, da Polícia Militar.

Maio Laranja

Em Mato Grosso do Sul, a campanha "Maio Laranja" foi proposta pelo deputado estadual Herculano Borges e pela idealizadora do Projeto Nova, Viviane Vaz, que trabalha com sobreviventes do abuso e exploração sexual. A iniciativa virou projeto de lei que foi sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja em dezembro de 2017.

Atividades para conscientização, prevenção e orientação sobre as formas de abusos contra crianças e adolescentes, serão promovidas durante o mês de maio. Os objetivos da campanha são: dar publicidade para que se denuncie a violência e orientar os jovens sobre o que é abuso, como prevenir e denunciar este tipo de crime.

Serão realizadas ações em todo o estado, como palestras e capacitações nas escolas, voltadas para os profissionais de educação, pré-adolescentes e adolescentes, distribuição de material publicitário, conteúdo digital com linguagem apropriada para crianças pequenas, adolescentes e vídeo-aula para qualquer adulto que tenha interesse em adquirir conhecimento e defender a causa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sorteio da Nota MS Premiada ocorre neste sábado
Geral
Igreja Universal poderá ter data comemorativa em MS
Geral
Universidades poderão produzir equipamentos de combate ao coronavírus
Geral
Dólar sobe com escalada de tensões entre China e Estados Unidos
Geral
Estado paga servidores no dia 4 e capital dia 5
Geral
Turma da Mônica lança máscaras com personagens e faz doações a cada venda
Geral
Caixa paga parcela dos novos aprovados no auxílio emergencial nesta sexta
Geral
Vídeo - Atriz da Globo é acusada de roubo em farmácia e desabafa no Instagram
Geral
Agências da Caixa abrirão no sábado para saques do auxílio
Geral
Carrefour é autuado por vender mais de 50 produtos vencidos

Mais Lidas

Justiça
Justiça obriga empresa a pagar r$ 2 mil à aluno que não recebeu aulas do curso
Polícia
Adolescente é flagrado com drogas e armas
Economia
Estados Unidos anuncia a doação de mais US$ 6 milhões ao Brasil
Internacional
Macacos 'assaltam' laboratório e levam exames de sangue com coronavírus